Piauí entra em alerta por causa de incêndios

O Piauí registrou 500 focos de incêndios de 1º a 9 de outubro, de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE;o estado pediu ajuda do Exército para combater os incêndios; a cada hora, surgem dez novos focos; a unidade federativa que mais registrou incêndios foi o Maranhão, com mais de mil focos

O Piauí registrou 500 focos de incêndios de 1º a 9 de outubro, de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE;o estado pediu ajuda do Exército para combater os incêndios; a cada hora, surgem dez novos focos; a unidade federativa que mais registrou incêndios foi o Maranhão, com mais de mil focos
O Piauí registrou 500 focos de incêndios de 1º a 9 de outubro, de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE;o estado pediu ajuda do Exército para combater os incêndios; a cada hora, surgem dez novos focos; a unidade federativa que mais registrou incêndios foi o Maranhão, com mais de mil focos (Foto: Leonardo Lucena)

Piauí 247 - O Piauí registrou 500 focos de incêndios de 1º a 9 de outubro, de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE. O estado pediu ajuda do Exército para combater os incêndios. A cada hora, surgem dez novos focos. A unidade federativa que mais registrou incêndios foi o Maranhão, com mais de mil focos.

Teresina é um dos municípios que mais sofrem com o problema. Apenas nessa quinta-feira (13), o Corpo de Bombeiros recebeu 50 chamadas para atendimento. 

A corporação atribui as queimadas feitas pela população como a grande causa dos incêndios. Eles pedem para que sejam evitadas quaisquer tipos de queimadas.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247