Piauí firma parceria com Universidade de Portugal para intercâmbio de PPPs

O Governo do Estado do Piauí, por meio da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), firmou, em solenidade no Palácio de Karnak, parceria com a Universidade Católica de Portugal que permitirá o intercâmbio entre as duas instituições, referente à temática de PPPs; “A Universidade Católica de Portugal é credenciada pela Organização das Nações Unidas (ONU) e possui um observatório sobre o tema para que sejam alcançados objetivos de desenvolvimentos sustentáveis do planeta”, destacou o chefe do Executivo piauiense

O Governo do Estado do Piauí, por meio da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), firmou, em solenidade no Palácio de Karnak, parceria com a Universidade Católica de Portugal que permitirá o intercâmbio entre as duas instituições, referente à temática de PPPs; “A Universidade Católica de Portugal é credenciada pela Organização das Nações Unidas (ONU) e possui um observatório sobre o tema para que sejam alcançados objetivos de desenvolvimentos sustentáveis do planeta”, destacou o chefe do Executivo piauiense
O Governo do Estado do Piauí, por meio da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), firmou, em solenidade no Palácio de Karnak, parceria com a Universidade Católica de Portugal que permitirá o intercâmbio entre as duas instituições, referente à temática de PPPs; “A Universidade Católica de Portugal é credenciada pela Organização das Nações Unidas (ONU) e possui um observatório sobre o tema para que sejam alcançados objetivos de desenvolvimentos sustentáveis do planeta”, destacou o chefe do Executivo piauiense (Foto: Leonardo Lucena)

Por Tamyres Rebeca

O Governo do Estado do Piauí, por meio da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), firmou, nessa segunda-feira (26), em solenidade no Palácio de Karnak, parceria com a Universidade Católica de Portugal que permitirá o intercâmbio entre as duas instituições, referente à temática de Parceria Público-Privada (PPPs). 

De acordo com o governador Wellington Dias, a parceria é resultado de uma agenda realizada no mês de fevereiro ao Observatório de PPPs em Portugal. “Tivemos o privilégio de fazer essa agenda e, na ocasião, foi apresentado os objetivos da parceria. A Universidade Católica de Portugal é credenciada pela Organização das Nações Unidas (ONU) e possui um observatório sobre o tema para que sejam alcançados objetivos de desenvolvimentos sustentáveis do planeta. Os estudos nessa área abrem a possibilidade de investimentos em infraestrutura, nessa área social, na produção e industrialização, dentre outras. É uma alegria, pouco tempo depois da viagem, celebrar esse termo de cooperação, com uma instituição que já acompanha mais de 60 países e que, com certeza, trará bons resultados para o Piauí”, destacou o chefe do Executivo piauiense.

O reitor da Uespi, Nouga Cardoso, disse que esta é uma excelente oportunidade da academia ser inserida dentro de uma política pública importante para o estado. “A parceria com a Universidade Católica de Portugal permite à Universidade Estadual do Piauí fortalecer a sua política de internacionalização com a possibilidade de fazer mobilidade de professores e estudantes dentro do tema PPPs. Isso no ponto de vista da academia, na formação é muito importante. Também teremos a oportunidade de, com Governo do Estado, popularizar esse assunto junto não só no meio acadêmico, mas para a população em geral . O termo Parceria Público-Privada ainda assusta as pessoas. Muita gente pensa que é apenas uma privatização dos recursos da gestão pública, e, de fato, precisa ser esclarecido que trata-se de uma boa parceria que beneficia tanto o setor privado como o setor público e a população”, destaca o gestor.

O representante da Universidade Católica de Portugal, Ricardo Reis, disse que a primeira vertente é dar visibilidade e tornar o exemplo do Piauí, exemplo nas Nações Unidas. “Esse é o nosso primeiro esforço até o mês de maio, dar visibilidade, tornando a experiência do Piauí enquanto PPP, um exemplo global, aplicado ao desenvolvido sustentável, sendo um exemplo nas Nações Unidas. Faremos também o acompanhamento e monitoramento dos resultados dessa visibilidade com captação de mais atenção, mais visibilidade, mais capital, mais investimentos como resultado da exposição que o Piauí possa ter junto a outros fundos de investimentos europeus. E a outra vertente é na formação de conhecimento, permitindo um centro de excelência de observação aplicada ao desenvolvimento sustentável”, destacou Reis.

De acordo com a superintendente de Parcerias e Concessões do Estado, Viviane Moura, a parceria abre várias frentes de trabalhos, tanto internos como externos, e destaca como um dos mais significativos à visibilidade que será dada aos trabalhos que já foram desenvolvidos e estão sendo implementados. “Vamos mostrar e dar visibilidade ao retorno e aos benefícios sociais em relação ao programa. A parceria com a universidade tem três vertentes, essa mais externa e duas mais internas, que são de monitoramento e aperfeiçoamento do que a gente já trabalha no Estado, melhorando para que ele atenda os objetivos sustentáveis, melhorando conhecimento da academia sobre o tema. Destaco aqui, que dá visibilidade às PPPs é conquistar o direito de obter financiamentos por meio de fundos europeus que investem em projetos bem estruturados e que têm o selo da ONU”, comentou a gestora.

 

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247