PIB do Ceará cresce 1,87% em 2017, acima da média nacional

O governador Camilo Santana (PT) informou nesta terça-feira (20), em bate-papo pelo Facebook, que o PIB do Ceará cresceu 1,87% em 2017, quase o dobro da média nacional, que foi de 1%. “É uma conquista importante do Ceará na economia. Vivemos uma das piores crises econômicas dos últimos 100 anos e temos nos mantido forte. Esse aumento significa mais emprego, mais investimento, mais oportunidades”, destacou o chefe do Executivo  

PIB do Ceará cresce 1,87% em 2017, acima da média nacional
PIB do Ceará cresce 1,87% em 2017, acima da média nacional
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ceará 247 - Durante a transmissão desta terça-feira (20) pelo Facebook, o governador Camilo Santana (PT) informou que o Ceará registrou crescimento de 1,87% do Produto Interno Bruto (PIB) de 2017, quase o dobro da alta do País, que foi de 1%. O volume de investimentos do Estado, que representou 13,9% da receita corrente líquida no ano passado, também foi destacado pelo chefe do Executivo. Outro anúncio importante foi a implantação de mais um campus avançado da Universidade Estadual do Ceará (Uece), com a oferta de dois cursos superiores, no município de Mombaça, na região do Sertão Central.

“É uma conquista importante do Ceará na economia. Vivemos uma das piores crises econômicas dos últimos 100 anos e temos nos mantido forte. Esse aumento significa mais emprego, mais investimento, mais oportunidades. Autorizei também mais um campus da Uece no Ceará, em Mombaça, já aprovado pelo conselho da universidade. Serão dois cursos, de Artes e Ciências da Computação, que abrirão vagas no vestibular ainda neste semestre e as aulas vão começar já no semestre que vem”, disse o chefe do Executivo.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247