Pimenta balança: boatos apontam desistência

Nome escolhido por tucanos para a disputa pelo Palácio Tiradentes, Pimenta da Veiga está sob intenso ataque especulativo; boatos partem de todos os lados, inclusive do PSDB, admite partido; presidente nacional tucano, Aécio Neves, e presidente regional do partido, Marcus Pestana, virão a público em apoio ao advogado, de volta à política após 20 anos?

Nome escolhido por tucanos para a disputa pelo Palácio Tiradentes, Pimenta da Veiga está sob intenso ataque especulativo; boatos partem de todos os lados, inclusive do PSDB, admite partido; presidente nacional tucano, Aécio Neves, e presidente regional do partido, Marcus Pestana, virão a público em apoio ao advogado, de volta à política após 20 anos?
Nome escolhido por tucanos para a disputa pelo Palácio Tiradentes, Pimenta da Veiga está sob intenso ataque especulativo; boatos partem de todos os lados, inclusive do PSDB, admite partido; presidente nacional tucano, Aécio Neves, e presidente regional do partido, Marcus Pestana, virão a público em apoio ao advogado, de volta à política após 20 anos? (Foto: Gisele Federicce)

Pautando Minas – Após ser indiciado sob acusação de lavagem de dinheiro por ter recebido R$ 300 mil do publicitário Marcos Valério, o pré-candidato tucano ao governo de Minas, Pimenta da Veiga, se vê às voltas com uma onda de boatos sobre uma possível desistência de concorrer nas eleições de outubro.

Na falta de um grão-tucano para rebater a boataria, coube ao deputado João Vítor Xavier, um dos coordenadores da pré-campanha de Pimenta, a defesa da candidatura tucana. Segundo Xavier, tudo não passaria de "plantação". O deputado admite, no entanto, que o próprio partido pode estar insuflando a boataria. "Tem plantação de informação de todos os lados", disse ao jornal O Tempo.

Nem o senador Aécio Neves nem o presidente do PSDB-MG, deputado Marcus Pestana, vieram a público até o momento manter o apoio à candidatura de Pimenta. O próprio candidato foi procurado pelo jornal, mas não respondeu às ligações. Pestana estaria na Europa e também não atendeu o telefone.

Segundo informações de bastidor, o clima no partido é o pior possível e parte do noticiário negativo contra Pimenta estaria sendo alimentado por Pestana, que ainda não teria assimilado a escolha de Aécio. As fontes do jornal, no entanto, dizem que na hipótese de desistência de Pimenta, estaria aberto o caminho para uma candidatura do atual governador Alberto Pinto Coelho (PP).

Pinto Coelho seria escolhido para carregar a herança aecista em Minas numa composição maior entre PSDB e PP. O sonho dos tucanos é que o peso de uma candidatura no segundo colégio eleitoral do país seja suficiente para que o partido do atual governador fosse atraído para a chapa do pré-candidato à Presidência, Aécio Neves. A senadora Ana Amélia seria, então, alçada à condição de candidata a vice do mineiro na chapa para o Planalto.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247