Pimenta convida artista para grafitar seu gabinete

Em solidariedade aos artistas de rua de São Paulo, que segundo Paulo Pimenta (PT-RS) estão sendo reprimidos pelo "fascista" do prefeito João Doria, o deputado convida o artista Daniel Pxeira para fazer uma intervenção em seu gabinete; "A cidade não pode se transformar num cemitério a céu aberto. São Paulo não pode se transformar num cemitério cinza", diz o artista

Em solidariedade aos artistas de rua de São Paulo, que segundo Paulo Pimenta (PT-RS) estão sendo reprimidos pelo "fascista" do prefeito João Doria, o deputado convida o artista Daniel Pxeira para fazer uma intervenção em seu gabinete; "A cidade não pode se transformar num cemitério a céu aberto. São Paulo não pode se transformar num cemitério cinza", diz o artista
Em solidariedade aos artistas de rua de São Paulo, que segundo Paulo Pimenta (PT-RS) estão sendo reprimidos pelo "fascista" do prefeito João Doria, o deputado convida o artista Daniel Pxeira para fazer uma intervenção em seu gabinete; "A cidade não pode se transformar num cemitério a céu aberto. São Paulo não pode se transformar num cemitério cinza", diz o artista (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rio Grande do Sul 247 - O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) convidou o artista Daniel Pxeira para fazer uma intervenção artística nas paredes de seu gabinete.

O gesto foi uma solidariedade aos artistas de rua de São Paulo, que segundo Pimenta, estão sendo reprimidos pelo "fascista" do prefeito João Doria (PSDB). Segundo ele, "Doria é um ser perverso", que precisa ser "combatido diariamente".

"A cidade não pode se transformar num cemitério a céu aberto. São Paulo não pode se transformar num cemitério cinza", defendeu Pxeira.

O processo de pintura das paredes do gabinete foi transmitido ao vivo pelo Facebook do deputado. Confira:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email