Pimenta declarava há um ano que Temer era o chefe da quadrilha na Caixa

Diante do afastamento dos vice-presidentes da Caixa por Michel Temer, por denúncias de corrupção, o deputado federal Paulo Pimenta lembra que há exatamente um ano ele dizia que o peemedebista é "chefe da quadrilha" que operava esquema de cobrança de propinas de empresas interessadas em obter empréstimos do Fundo de Investimentos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FI-FGTS) na Caixa Econômica Federal

Brasília - Deputado Paulo Pimenta concede entrevista no Salão Verde da Câmara dos Deputados (Antonio Cruz/Agência Brasil)
Brasília - Deputado Paulo Pimenta concede entrevista no Salão Verde da Câmara dos Deputados (Antonio Cruz/Agência Brasil) (Foto: Romulo Faro)

Rio Grande do Sul 247 - Há um ano o deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) dizia que Michel Temer é "chefe da quadrilha" que operava esquema de cobrança de propinas de empresas interessadas em obter empréstimos do Fundo de Investimentos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FI-FGTS) na Caixa Econômica Federal.

Em entrevista ao Viomundo no dia 17 de janeiro de 2017, Pimenta dizia que a Operação Cui Bono?, que prendeu o ex-ministro Geddel Vieira Lima, chegaria "direto em Temer".

"Dois episódios demonstram isso. No celular apreendido na casa do Eduardo Cunha em dezembro de 2015, tem uma conversa entre o Funaro (codinome Lucky), que era o operador de Cunha, e Fábio Cleto (codinome Gordon Gekko) sobre o Geddel. O Funaro reclama que não aguentava mais o Geddel, pedindo dinheiro. Lá pelas tantas, o Funaro fala: se o Geddel não parasse, 'vou foder ele com o Michel'", disse o deputado.

Leia aqui a íntegra da entrevista.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247