Pimenta diz que PT vai lutar no Congresso contra intervenção no Rio

Em vídeo, o líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta, classificou a intervenção de Michel Temer na Segurança Pública do Rio como "politicagem"; "Esta é uma medida politiqueira, eleitoreira, autoritária e equivocada deste governo ilegítimo e criminoso, que tomou de assalto o Palácio do Planalto", disse Pimenta; líder petista lembra que o próprio comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, já afirmou que é um erro a utilização das Forças Armadas para operações como esta no Rio; Pimenta avisou que as bancadas do PT na Câmara e no Senado votarão contra o decreto de Temer, que tem objetivo "político" para "desviar o foco" da incapacidade do governo de aprovar a reforma da Previdência

Em vídeo, o líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta, classificou a intervenção de Michel Temer na Segurança Pública do Rio como "politicagem"; "Esta é uma medida politiqueira, eleitoreira, autoritária e equivocada deste governo ilegítimo e criminoso, que tomou de assalto o Palácio do Planalto", disse Pimenta; líder petista lembra que o próprio comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, já afirmou que é um erro a utilização das Forças Armadas para operações como esta no Rio; Pimenta avisou que as bancadas do PT na Câmara e no Senado votarão contra o decreto de Temer, que tem objetivo "político" para "desviar o foco" da incapacidade do governo de aprovar a reforma da Previdência
Em vídeo, o líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta, classificou a intervenção de Michel Temer na Segurança Pública do Rio como "politicagem"; "Esta é uma medida politiqueira, eleitoreira, autoritária e equivocada deste governo ilegítimo e criminoso, que tomou de assalto o Palácio do Planalto", disse Pimenta; líder petista lembra que o próprio comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, já afirmou que é um erro a utilização das Forças Armadas para operações como esta no Rio; Pimenta avisou que as bancadas do PT na Câmara e no Senado votarão contra o decreto de Temer, que tem objetivo "político" para "desviar o foco" da incapacidade do governo de aprovar a reforma da Previdência (Foto: Aquiles Lins)

Rio Grande do Sul 247 - O deputado Paulo Pimenta, líder do PT na Câmara Federal, fez duras críticas ao decreto de intervenção militar na Segurança Pública do Rio de Janeiro, assinado por Michel Temer nessa sexta-feira, 26.  

Em vídeo, Pimenta classificou a medida como "politicagem". "Esta é uma medida politiqueira, eleitoreira, autoritária e equivocada deste governo ilegítimo e criminoso, que tomou de assalto o Palácio do Planalto", disse Pimenta.

O líder petista anunciou as bancadas do PT na Câmara e no Senado votarão contra o decreto de Temer, que tem objetivo "político" para "desviar o foco" da incapacidade do governo de aprovar a reforma da Previdência. 

No vídeo, Pimenta lembra que o próprio comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, já afirmou que é um erro a utilização das Forças Armadas para operações como esta no Rio.  

Inscreva-se na TV 247 e assista ao comentário de Paulo Pimenta: 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247