Pimenta mostra brechas nas prisões de Joesley e Saud: “História esquisita”

Deputado federal Paulo Pimenta lembra que pedido de prisão foi apresentado pelo procurador Rodrigo Janot ainda na sexta-feira (8) e só no domingo o ministro Edson Fachin autorizou as prisões de Joesley Batista e Ricardo Saud; "Nesse intervalo, o Janto se encontra com o advogado de Joesley num boteco em Brasília, por acaso, numa situação no mínimo constrangedora", diz o parlamentar; Pimenta ainda afirma que a PF deu a possibilidade de Saud e Joesley se apresentarem e apenas nesta segunda-feira foram realizadas busca e apreensão nas residências dos acusados; "Uma história mal contada", critica o deputado

Deputado federal Paulo Pimenta lembra que pedido de prisão foi apresentado pelo procurador Rodrigo Janot ainda na sexta-feira (8) e só no domingo o ministro Edson Fachin autorizou as prisões de Joesley Batista e Ricardo Saud; "Nesse intervalo, o Janto se encontra com o advogado de Joesley num boteco em Brasília, por acaso, numa situação no mínimo constrangedora", diz o parlamentar; Pimenta ainda afirma que a PF deu a possibilidade de Saud e Joesley se apresentarem e apenas nesta segunda-feira foram realizadas busca e apreensão nas residências dos acusados; "Uma história mal contada", critica o deputado
Deputado federal Paulo Pimenta lembra que pedido de prisão foi apresentado pelo procurador Rodrigo Janot ainda na sexta-feira (8) e só no domingo o ministro Edson Fachin autorizou as prisões de Joesley Batista e Ricardo Saud; "Nesse intervalo, o Janto se encontra com o advogado de Joesley num boteco em Brasília, por acaso, numa situação no mínimo constrangedora", diz o parlamentar; Pimenta ainda afirma que a PF deu a possibilidade de Saud e Joesley se apresentarem e apenas nesta segunda-feira foram realizadas busca e apreensão nas residências dos acusados; "Uma história mal contada", critica o deputado (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rio Grande do Sul 247 - O deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS), em vídeo no Facebook, analisa as brechas deixadas pela Justiça e Polícia Federal no processo que envolveu a prisão do empresário Joesley Batista e o diretor Ricardo Saud.

Pimenta diz que a história é "esquisita" porque o procurador geral da República, Rodrigo Janot ,pediu a prisão dos dois citados na sexta-feira e a prisão não foi cumprida sábado. "Nesse intervalo, o Janto se encontra com o advogado de Joesley num boteco em Brasília, por acaso, numa situação no mínimo constrangedora", diz o parlamentar.

"Veio domingo e a Polícia Federal não cumpre o mandado e Joesley e Saud se entregam e nesta segunda foram cumpridos mandados de buscas nas casas e na sede da empresa. Porque não foi determinada a busca e apreensão junto com a prisão. A PF não só não prendeu como aguardou que eles se entregassem".

"Uma história mal contada", diz Pimenta.

 

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247