Pimenta: “Não tememos a Globo, vamos defender nosso projeto nas ruas”

Em ato de comemoração dos 38 anos do PT, o líder do partido na Câmara dos Deputados, Paulo Pimenta (PT-RS), afirmou que "a história não tem lugar para fascistas, traidores"; de acordo com o parlamentar, os procuradores da Operação Lava Jato Deltan Dallagnol e Carlos Fernando, além do juiz federal Sergio Moro "ainda sentarão no banco dos réus". "Não tememos a Globo, vamos defender nosso projeto nas ruas, vamos fazer Lula presidente e recuperar a vontade do povo brasileiro de ter orgulho desta nação"

Em ato de comemoração dos 38 anos do PT, o líder do partido na Câmara dos Deputados, Paulo Pimenta (PT-RS), afirmou que "a história não tem lugar para fascistas, traidores"; de acordo com o parlamentar, os procuradores da Operação Lava Jato Deltan Dallagnol e Carlos Fernando, além do juiz federal Sergio Moro "ainda sentarão no banco dos réus". "Não tememos a Globo, vamos defender nosso projeto nas ruas, vamos fazer Lula presidente e recuperar a vontade do povo brasileiro de ter orgulho desta nação"
Em ato de comemoração dos 38 anos do PT, o líder do partido na Câmara dos Deputados, Paulo Pimenta (PT-RS), afirmou que "a história não tem lugar para fascistas, traidores"; de acordo com o parlamentar, os procuradores da Operação Lava Jato Deltan Dallagnol e Carlos Fernando, além do juiz federal Sergio Moro "ainda sentarão no banco dos réus". "Não tememos a Globo, vamos defender nosso projeto nas ruas, vamos fazer Lula presidente e recuperar a vontade do povo brasileiro de ter orgulho desta nação" (Foto: Leonardo Lucena)

Rio Grande do Sul 247 - O líder do PT na Câmara dos Deputados, Paulo Pimenta (PT-RS), afirmou que o ex-presidente Lula é a "inspiração que mostra que a esperança vence o medo, que a verdade vence a mentira". "A história não tem lugar para fascistas, traidores", acrescentou ele, nesta quinta-feira (22), em ato de comemoração dos 38 anos do PT, em São Paulo.

De acordo com o parlamentar, os procuradores da Operação Lava Jato Deltan Dallagnol e Carlos Fernando, além do juiz federal Sergio Moro "ainda sentarão no banco dos réus". "Não tememos a globo, vamos defender nosso projeto nas ruas, vamos fazer Lula presidente e recuperar a vontade do povo brasileiro de ter orgulho desta nação", acrescentou. "Filho do povo, primeiro operação a presidir esta nação".

"Vamos provar que os golpistas foram financiados pleos EUA, pelo imperialismo, que quer nossa petróleo, nossa riqueza, o sangue do nosso povo. Vamos vencer novamente, porque nós estamos do lado da verdade, do povo, da justiça".

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247