Pimenta: por onde anda Aécio?

Em vídeo publicado no Facebook, o deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) questionou o sumiço do senador Aécio Neves (PSDB-MG), megadelatado na Operação Lava Jato e, conforme áudio divulgado na imprensa este ano, foi flagrado pedindo propina de R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista, dono da JBS; "No STF, três dos nove processos contra o tucano estão nas mãos de Gilmar Mendes, que é próximo do senador. Contraditório? No Senado, Aécio tem adotado posição discreta, sempre atuando nos bastidores"

Em vídeo publicado no Facebook, o deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) questionou o sumiço do senador Aécio Neves (PSDB-MG), megadelatado na Operação Lava Jato e, conforme áudio divulgado na imprensa este ano, foi flagrado pedindo propina de R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista, dono da JBS; "No STF, três dos nove processos contra o tucano estão nas mãos de Gilmar Mendes, que é próximo do senador. Contraditório? No Senado, Aécio tem adotado posição discreta, sempre atuando nos bastidores"
Em vídeo publicado no Facebook, o deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) questionou o sumiço do senador Aécio Neves (PSDB-MG), megadelatado na Operação Lava Jato e, conforme áudio divulgado na imprensa este ano, foi flagrado pedindo propina de R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista, dono da JBS; "No STF, três dos nove processos contra o tucano estão nas mãos de Gilmar Mendes, que é próximo do senador. Contraditório? No Senado, Aécio tem adotado posição discreta, sempre atuando nos bastidores" (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rio Grande do Sul 247 - Em vídeo publicado no Facebook, o deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) questionou o sumiço do senador Aécio Neves (PSDB-MG), megadelatado na Operação Lava Jato, da Polícia Federal, e, conforme áudio divulgado na imprensa este ano, foi flagrado pedindo propina de R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista, dono da JBS.

"NO STF, três dos nove processos contra o tucano estão nas mãos de Gilmar Mendes, que é próximo do senador. Contraditório? No Senado, Aécio tem adotado posição discreta, smepre atuando nos bastidores", disse o vídeo, creditado no final como Intercept Brasil.

"No PSDB, Aécio foi crucial para que o partido apoiasse as reformas do PMDB. E o resultado de tantas denúncias e investigações. A provável impossibilidade de comandar o partido ou ser candidato em 2018. Por enquanto, nada além disso

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247