Pimenta sobre Mantega: “prender no hospital é covardia”

Deputado demonstra indignação com a forma como o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega foi preso nesta manhã no âmbito da Operação Arquivo X, nova fase da Lava Jato; ele estava no Hospital Albert Einsten, em São Paulo, acompanhando a esposa em uma cirurgia; "Prender alguém no hospital, no momento que acompanha a cirurgia da esposa com câncer é covardia. Não oferece risco, não tinha necessidade"

Brasília- DF- Brasil- 01/04/2016- Dep. Paulo Pimenta (PT - RS), concede entrevista. Foto: Zeca Ribeiro/ Câmara dos Deputados
Brasília- DF- Brasil- 01/04/2016- Dep. Paulo Pimenta (PT - RS), concede entrevista. Foto: Zeca Ribeiro/ Câmara dos Deputados (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) demonstrou indignação com a forma como o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega foi preso na manhã desta quinta-feira 22 no âmbito da Operação Arquivo X, a 34ª fase da Lava Jato.

Mantega estava no Hospital Albert Einsten, em São Paulo, acompanhando a esposa em uma cirurgia, após um tratamento de câncer. "Prender alguém no hospital, no momento que acompanha a cirurgia da esposa com câncer é covardia. Não oferece risco, não tinha necessidade", publicou Pimenta no Twitter.

O deputado também ironizou o nome da operação, sugerindo que acontece para influenciar as eleições municipais. "Moro e os Golden Boys iniciam operação #BocaDeUrna".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email