Pimenta vai à PGR contra pagamento ilegal de Temer a YouTubers

Deputado solicita ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, "investigação referente a eventuais irregularidades no pagamento realizado a canais no Youtube, pelo Governo Federal, por meio de publicidade disfarçada de conteúdo, de uma propaganda do Ministério da Educação", comandado por Mendonça Filho; denúncia é de que o MEC pagou R$ 65 mil para o canal "Você sabia", que tem 7,1 milhões de assinantes, para que os YouTubers Lukas Marques e Daniel Molo falassem bem das mudanças no ensino médio; o vídeo, publicado em outubro passado, não tem qualquer informação de que se trata de uma propaganda

Deputado solicita ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, "investigação referente a eventuais irregularidades no pagamento realizado a canais no Youtube, pelo Governo Federal, por meio de publicidade disfarçada de conteúdo, de uma propaganda do Ministério da Educação", comandado por Mendonça Filho; denúncia é de que o MEC pagou R$ 65 mil para o canal "Você sabia", que tem 7,1 milhões de assinantes, para que os YouTubers Lukas Marques e Daniel Molo falassem bem das mudanças no ensino médio; o vídeo, publicado em outubro passado, não tem qualquer informação de que se trata de uma propaganda
Deputado solicita ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, "investigação referente a eventuais irregularidades no pagamento realizado a canais no Youtube, pelo Governo Federal, por meio de publicidade disfarçada de conteúdo, de uma propaganda do Ministério da Educação", comandado por Mendonça Filho; denúncia é de que o MEC pagou R$ 65 mil para o canal "Você sabia", que tem 7,1 milhões de assinantes, para que os YouTubers Lukas Marques e Daniel Molo falassem bem das mudanças no ensino médio; o vídeo, publicado em outubro passado, não tem qualquer informação de que se trata de uma propaganda (Foto: Gisele Federicce)

247 - O deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) enviou um requerimento ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, de "investigação referente a eventuais irregularidades no pagamento realizado a canais no Youtube, pelo Governo Federal, por meio de publicidade disfarçada de conteúdo, de uma propaganda do Ministério da Educação".

Denúncia publicada pela Folha de S.Paulo nesta sexta-feira 17 é de que o MEC, comandado pelo ministro Mendonça Filho, pagou R$ 65 mil para o canal do YouTube "Você sabia", que tem 7,1 milhões de assinantes, para que os jovens Lukas Marques e Daniel Molo falassem bem da reforma do ensino médio, que foi proposta pelo governo Temer e recebeu duras críticas de vários especialistas da área da educação.

O vídeo, publicado em outubro passado, não tem qualquer informação de que se trata de uma propaganda. Confira aqui o requerimento de Pimenta.

Leia também: YouTuber pago por Temer é notório por misoginia, homofobia e já fez post sobre Dilma de quatro

Assista ao vídeo pago por Temer:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247