Pimenta: vazamento de grampo ilegal completa um ano e não há punição

Deputado Paulo Pimenta (PT-RS) lembrou nesta quinta-feira, 16, que há exatamente um ano o juiz federal Sergio Moro divulgou um grampo ilegal da Polícia Federal com conversa entre a presidente deposta Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva; "Até hoje, não houve qualquer punição ou retratação em relação aos envolvidos", diz; em audiência na Câmara, questionado pelo deputado Paulo Pimenta sobre excessos e medidas ilegais adotadas pela Lava Jato, o juiz Sérgio Moro se recusou a responder, alegou falta de tempo e se retirou do debate; assista

Deputado Paulo Pimenta (PT-RS) lembrou nesta quinta-feira, 16, que há exatamente um ano o juiz federal Sergio Moro divulgou um grampo ilegal da Polícia Federal com conversa entre a presidente deposta Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva; "Até hoje, não houve qualquer punição ou retratação em relação aos envolvidos", diz; em audiência na Câmara, questionado pelo deputado Paulo Pimenta sobre excessos e medidas ilegais adotadas pela Lava Jato, o juiz Sérgio Moro se recusou a responder, alegou falta de tempo e se retirou do debate; assista
Deputado Paulo Pimenta (PT-RS) lembrou nesta quinta-feira, 16, que há exatamente um ano o juiz federal Sergio Moro divulgou um grampo ilegal da Polícia Federal com conversa entre a presidente deposta Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva; "Até hoje, não houve qualquer punição ou retratação em relação aos envolvidos", diz; em audiência na Câmara, questionado pelo deputado Paulo Pimenta sobre excessos e medidas ilegais adotadas pela Lava Jato, o juiz Sérgio Moro se recusou a responder, alegou falta de tempo e se retirou do debate; assista (Foto: Aquiles Lins)

Rio Grande do Sul 247 - O deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) lembrou nesta quinta-feira, 16, que há exatamente um ano o juiz federal Sergio Moro divulgou um grampo ilegal da Polícia Federal com conversa entre a presidente deposta Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 

O fato trouxe mais instabilidade para o governo Dilma, além de ter impedido a posse do ex-presidente Lula como ministro da Casa Civil. "Até hoje, não houve qualquer punição ou retratação em relação aos envolvidos", diz Pimenta.

Em audiência na Câmara, questionado pelo deputado Paulo Pimenta sobre excessos e medidas ilegais adotadas pela Lava Jato, o juiz Sérgio Moro se recusou a responder, alegou falta de tempo e se retirou do debate.

Assista no vídeo acima. 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247