Pimentel: Cemig pode ser a maior transmissora de energia do Brasil em 2015

Governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel disse, em referência à Cemig, que "se os investimentos previstos tragam os resultados esperados, teremos a maior empresa de transmissão do Brasil"; posicionamento foi dado em reunião com investidores americanos, em Nova York; as ações da estatal mineira são vendidas no mercado americano desde 2001

Governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel disse, em referência à Cemig, que "se os investimentos previstos tragam os resultados esperados, teremos a maior empresa de transmissão do Brasil"; posicionamento foi dado em reunião com investidores americanos, em Nova York; as ações da estatal mineira são vendidas no mercado americano desde 2001
Governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel disse, em referência à Cemig, que "se os investimentos previstos tragam os resultados esperados, teremos a maior empresa de transmissão do Brasil"; posicionamento foi dado em reunião com investidores americanos, em Nova York; as ações da estatal mineira são vendidas no mercado americano desde 2001 (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Minas - O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, disse nesta quinta-feira (9/4) que a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) pode tornar-se a maior empresa de transmissão de energia do Brasil em 2015. "Caso os investimentos previstos tragam os resultados esperados, teremos a maior empresa de transmissão do Brasil", afirmou o governador em discurso durante café da manhã com investidores americanos, em Nova York. Pimentel está na cidade para participar, na tarde de hoje, da sessão de encerramento do Cemig Day (Dia da Cemig) na Bolsa de Valores de Nova York. As ações da estatal mineira são vendidas no mercado americano desde 2001.

Além de ser a segunda transmissora de energia do Brasil, atualmente a Cemig é a maior distribuidora e a terceira maior geradora. Para manter essas posições, a empresa e o governo federal discutem a manutenção da concessão das usinas de São Simão, Jaguara e Miranda, buscando preservar os interesses dos acionistas da empresa de energia e contemplando a proposta do governo federal de modicidade tarifária. "Vamos achar uma solução que atenda às duas partes", disse o governador.

Pimentel reforçou ainda que as mudanças na empresa serão feitas de forma "serena, ponderada, preservando as boas práticas de governança e corrigindo o que tiver de ser corrigido". O governador apresentou o novo CEO da empresa, o presidente Mauro Borges, e o novo presidente do Conselho de Administração, José Afonso Bicalho. O café da manhã foi encerrado com uma palestra do presidente Mauro Borges, que respondeu a perguntas dos investidores.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247