Pinheiro deve ser líder do governo no Congresso

Informações do Planalto dão conta de que o nome do senador baiano é praticamente unanimidade entre os petistas para assumir o posto; movimentação pode ser vista como forma de o Planalto valorizar mais a Bahia, um dos maiores redutos eleitorais da presidente Dilma e do ex-presidente Lula; com a missão, Walter Pinheiro deverá ainda ganhar cacife para ser o candidato do PT à sucessão do governador Jaques Wagner 

Pinheiro deve ser líder do governo no Congresso
Pinheiro deve ser líder do governo no Congresso (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247

Em notável ascensão no cenário nacional, o senador baiano de primeiro mandato Walter Pinheiro, do PT, deve ser escolhido como líder do governo no Congresso logo no retorno das atividades parlamentares, que acontece nesta sexta-feira (1º).

Nota do jornalista Felipe Patury, da Época, afirma que a articulação dos petistas é forte em torno do senador da Bahia. Atualmente Pinheiro é o líder do PT na Casa.

O senador deverá ter como grande desafio inicial fazer consenso na base para aprovar, ainda em fevereiro, o projeto que cria novas regras para o Fundo de Participação dos Estados (FPE) e dos Municípios (FPM).

O baiano é o relator da matéria que trata do FPE no Senado. Na semana passada, ele disse que o tempo estipulado pelo presidente em exercício do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, de 150 dias, para apreciação do projeto, é razoável para que o Senado e a Câmara aprovem uma nova regra.

"Agora todo mundo sabe, não fizemos (a votação do projeto) e temos que fazer. Senão estabelecemos a crise no colo dos outros", afirmou o petista, referindo-se ao fato que, sem um novo rateio do fundo, estados poderão enfrentar sérios problemas de fechar suas contas já no meio do ano. Há Estados do Norte que 60% da arrecadação provêm do fundo. "Aí não é uma crise, é uma catástrofe", alertou.

Os reflexos em 2014

Visto como um dos nomes mais fortes do PT para sucessão do governador Jaques Wagner (PT) no ano que vem, o senador deve se fortalecer para o pleito com a posição de líder do governo no Congresso.

Homem de confiança de Wagner, Pinheiro tem ganhado também a confiança da presidente Dilma Rousseff. O petista se elegeu para o Senado em 2010 com mais de 3,6 milhões de votos.

Entre os petistas que podem encabeçar a chapa governista em 2014 estão ainda o secretário do Planejamento, José Sérgio Gabrielli (ex-presidente da Petrobras), e o chefe da Casa Civil do Estado, o deputado federal licenciado Rui Costa.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247