Pinheiro nega 'boatos' e diz que não sai do PT

Considerado um dos 'insatisfeitos' no PT, o senador baiano Walter Pinheiro nega que haja intenção de deixar o partido; "Não posso tratar de um assunto que não falei, não estou falando, que não resolve a pauta do Congresso e que não é o principal da crise na economia", disse o petista por meio de sua assessoria; ele estaria 'no radar' do PDT e do PSB

Considerado um dos 'insatisfeitos' no PT, o senador baiano Walter Pinheiro nega que haja intenção de deixar o partido; "Não posso tratar de um assunto que não falei, não estou falando, que não resolve a pauta do Congresso e que não é o principal da crise na economia", disse o petista por meio de sua assessoria; ele estaria 'no radar' do PDT e do PSB
Considerado um dos 'insatisfeitos' no PT, o senador baiano Walter Pinheiro nega que haja intenção de deixar o partido; "Não posso tratar de um assunto que não falei, não estou falando, que não resolve a pauta do Congresso e que não é o principal da crise na economia", disse o petista por meio de sua assessoria; ele estaria 'no radar' do PDT e do PSB (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - Considerado um dos 'insatisfeitos' no PT, o senador baiano Walter Pinheiro nega que haja intenção de deixar o partido, conforme divulgado pela coluna Painel, do jornal Folha de São Paulo. "Não posso tratar de um assunto que não falei, não estou falando, que não resolve a pauta do Congresso e que não é o principal da crise na economia", disse o petista por meio de sua assessoria.

Pinheiro estaria 'no radar' do PDT e do PSB. Presidente do PSB na Bahia, a senadora Lídice da Mata nega contato entre o partido e o colega de parlamento. "Que o PSB queira atrair o senador é absolutamente normal - Walter Pinheiro é um grande quadro político -, o que não quer dizer que haja conversações", diz ela em publicação do jornal A Tarde.

Lídice acredita que os rumores têm influência da saída da senadora Marta Suplicy do PT para o PSB. "E certamente porque sou próxima a Pinheiro e estamos juntos em Brasília".

O presidente do PT na Bahia, Everaldo Anunciação, afirmou que desconhece o assunto e que o senador nunca se manifestou sobre deixar o partido.

Os rumores de mudança de partido coincidem com as críticas do senador ao governo, após a manifestação popular em 15 de março. Pinheiro disse que o governo federal falha em não ouvir a sociedade e admitir os próprios erros. "Ao invés de fazer a leitura se tinha um ou um milhão (de manifestantes), a gente tinha que saber por que esse povo está indo para a rua", criticou.

O senador é antigo conhecido como crítico de seu próprio partido desde 2006, quando era deputado federal e lamentou o episódio do 'mensalão'. "Tenho vergonha de meu partido", disse ele à época.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247