Piso nacional de professores será implantado

O piso nacional dos professores será implantado a partir deste mês de julho para todos os profissionais do ensino da rede estadual, incluindo os aposentados, com o magistério e 40 horas semanais. Foi o que garantiu o secretário estadual de Educação, Adriano Soares, em sua página pessoal, nas redes sociais.

Piso nacional de professores será implantado
Piso nacional de professores será implantado

Alagoas247 - De acordo com o secretário, o piso será implantado com a data-base de fevereiro. Desse modo, haverá direito a retroativo. O retroativo de fevereiro a junho será pago em duas parcelas: a primeira na folha de pagamento de julho e a segunda na folha de agosto.

“Estamos cumprindo a lei, é certo. Mas estamos cumprindo o que muitos estados não estão fazendo, como é o caso do Rio Grande do Sul”, enfatizou Soares. “O governo do Estado vem fazendo um esforço para beneficiar todas as categorias, e com os professores que recebem o piso nacional não seria diferente”, acrescentou.

O secretário lembrou ainda que, dentro desse esforço, o governo do Estado já conseguiu implantar o PCCS dos servidores administrativos, e o próximo passo será a implantação do Plano de Cargo e Carreira dos Professores com Licenciatura Plena.

“Estamos realizando uma análise financeira para implantar ainda este ano o PCCS dos professores. A valorização da categoria é uma das nossas metas, e dela não abrimos mão”, garantiu Soares. “Tudo isso para que possamos melhorar ainda mais a qualidade do nosso ensino, melhorando também nossos índices educacionais”, enfatizou.

Segundo o gerente de Recursos Humanos da SEE, Ricardo Bittencourt, com a implantação do piso nacional, o professor do Estado, com o magistério e 40 horas semanais, passa a receber um salário inicial (Letra “A”) de R$ 1.567,00 e final (Letra “D”) R$ 1.919,60.

Com agzetaweb.com

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247