Plantadores de cana apelam para liberação de recursos

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), recebeu do presidente da União Nordestina de Produtores de Cana-de-açúcar (UNIDA), Alexandre Andrade, apelo para que interceda junto ao ministro Joaquim Levy para que sejam liberados recursos da subvenção da cana, em torno de R$ 187 milhões, que chegaram a ser previstos numa medida provisória mas o pagamento foi prejudicado porque a MP perdeu a eficácia; tema será tratado numa reunião entre o senador e o ministro marcada para esta quarta-feira (12)  

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), recebeu do presidente da União Nordestina de Produtores de Cana-de-açúcar (UNIDA), Alexandre Andrade, apelo para que interceda junto ao ministro Joaquim Levy para que sejam liberados recursos da subvenção da cana, em torno de R$ 187 milhões, que chegaram a ser previstos numa medida provisória mas o pagamento foi prejudicado porque a MP perdeu a eficácia; tema será tratado numa reunião entre o senador e o ministro marcada para esta quarta-feira (12)
 
O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), recebeu do presidente da União Nordestina de Produtores de Cana-de-açúcar (UNIDA), Alexandre Andrade, apelo para que interceda junto ao ministro Joaquim Levy para que sejam liberados recursos da subvenção da cana, em torno de R$ 187 milhões, que chegaram a ser previstos numa medida provisória mas o pagamento foi prejudicado porque a MP perdeu a eficácia; tema será tratado numa reunião entre o senador e o ministro marcada para esta quarta-feira (12)   (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas247 - Nesta terça-feira (11), o presidente da União Nordestina de Produtores de Cana-de-açúcar (UNIDA), Alexandre Andrade, e outros representantes de plantadores da região pediram ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que interceda junto ao Ministério da Fazenda para liberação da subvenção da cana aprovada pela Lei 12999/2014. Os produtores esperam receber R$ 187 milhões, que chegaram a ser previstos na medida provisória (MP) 664/2014, mas o pagamento foi prejudicado porque a MP perdeu a eficácia.

Segundo Alexandre Andrade, o dinheiro vai beneficiar 35 mil produtores, sendo que 91% é agricultura familiar. A lei da subvenção foi aprovada para socorrer os plantadores do nordeste e do Rio de Janeiro que tiveram prejuízos com a seca na safra 2012/2013. Cada produtor tem direito ao pagamento de R$ 12 por tonelada de cana, até o limite de dez mil toneladas.

"Esse recurso entrando agora os produtores terão condições de fazer novos plantios, tratos culturais, contratar mais mão de obra e gerar emprego e renda na região. Agora está todo mundo, praticamente, sobrevivendo de plantios anteriores. A produtividade é muito baixa, porque tem que haver uma renovação desse canavial, que não está acontecendo", argumentou Andrade.

O presidente Renan Calheiros respondeu aos produtores que vai aproveitar a reunião que terá com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, nesta quarta-feira, (12)no Senado, para cobrar uma sinalização sobre a subvenção. Renan explicou que o Congresso vem trabalhando com a equipe econômica do governo para encontrar soluções que levem à retomada do crescimento do país.

Além de Alexandre Andrade, participaram do encontro, Edgar Antunes, presidente da Associação dos Plantadores de Cana de Alagoas (Asplana/AL); Murilo Paraíso, presidente da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan/PB); Edvaldo Júnior; Willian Fragoso; José Ricardo Severo; Murilo Paraíso; Jorge Monteiro e Flavio Romero.

Com assessoria

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email