PM lança bombas de gás contra manifestantes em SP e prende defensor público

O ato em São Paulo já estava encerrando quando, segundo manifestantes, a polícia iniciou um ataque com bombas de gás lacrimogêneo e tiros de balas de borracha; um defensor público foi preso

247 - Manifestantes saíram da Avenida Paulista em direção à Praça da República quando foram atacados pela Polícia Militar começou a reprimir violentamente com bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha. 

O ataque começou quando os manifestantes desciam a avenida Consolação. Segundo a versão da própria PM, um pequeno grupo de manifestantes entraram em confronto, o que demonstrava a desproporcionalidade da suposta reação dos agentes de segurança.

De acordo com um capitão da PM, um homem que se identificou como defensor público hostilizou e cuspiu em um policial, dando início a uma reação dos demais manifestante.

Em transmissão ao vivo, o Mídia Ninja identificou o homem. Trata-se do defensor público Rafael Português. De acordo com o relato feito pelo Mídia Ninja, Rafael orientava um manifestante quando foi detido sem nenhum motivo aparente pelos policiais. Ele foi levado para o 24ª DP.

  

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247