PM prende grupo suspeito de assaltos em AL e PE

Uma operação iniciada pelo 7º Batalhão de Polícia Militar de Alagoas desarticulou uma quadrilha acusada de cometer mais de 100 assaltos em Alagoas e Pernambuco; ação, denominada "Caça Rato", foi concluída nos municípios pernambucanos de Caruaru e Lajedo com apoio da Polícia Militar de Pernambuco; com a quadrilha, os policiais apreenderam celulares, dinheiro, veículos, revólveres joias e documentos

Uma operação iniciada pelo 7º Batalhão de Polícia Militar de Alagoas desarticulou uma quadrilha acusada de cometer mais de 100 assaltos em Alagoas e Pernambuco; ação, denominada "Caça Rato", foi concluída nos municípios pernambucanos de Caruaru e Lajedo com apoio da Polícia Militar de Pernambuco; com a quadrilha, os policiais apreenderam celulares, dinheiro, veículos, revólveres joias e documentos
Uma operação iniciada pelo 7º Batalhão de Polícia Militar de Alagoas desarticulou uma quadrilha acusada de cometer mais de 100 assaltos em Alagoas e Pernambuco; ação, denominada "Caça Rato", foi concluída nos municípios pernambucanos de Caruaru e Lajedo com apoio da Polícia Militar de Pernambuco; com a quadrilha, os policiais apreenderam celulares, dinheiro, veículos, revólveres joias e documentos (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas 247 - Uma operação iniciada pelo 7º Batalhão de Polícia Militar (BPM) desarticulou, na última terça-feira (21), uma quadrilha acusada de cometer mais de 100 assaltos em Alagoas e Pernambuco. 

A ação, denominada "Caça Rato", teve início em Ouro Branco e foi concluída nos municípios pernambucanos de Caruaru e Lajedo com apoio da Polícia Militar de Pernambuco. 

Foram presos Luciano de Lima Silva, de 32 anos, Willian Henrique de Lima Silva, de 27 anos, Anderson Kleber da Silva, de 26 anos e Bartolomeu Ramon Costa Silva, de 43 anos. Todos os acusados são naturais do estado de Pernambuco.

Com a quadrilha, os policiais apreenderam 13 aparelhos celulares, R$ 15.723 em dinheiro, uma motocicleta 50 cilindradas, dois revólveres calibres 32 e 38, 20 munições calibres 32 e 38, o veículo Fiat Strada de cor branca e placas QLD-9032, a caminhonete Chevrolet S10 de cor prata e placas PEW-3768, além de dezenas de joias e documentos de outras pessoas que devem ser investigadas.

De acordo com informações do 7°BPM, a operação tem o objetivo de trazer resultados positivos na redução da criminalidade na área de atuação. As guarnições deslocaram-se em perseguição aos suspeitos de praticarem roubos no mesmo dia, na BR 423, em Ouro Branco. A perseguição ultrapassou os limites dos estados de AL e PE.

 Segundo informações do serviço de inteligência da Polícia Militar de Pernambuco, a quadrilha é responsável por praticar mais de 100 assaltos a carros, cargas e comerciantes de outros estados que vão até a feira de Caruaru-PE.

Os acusados foram conduzidos para  2ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Santana do Ipanema (DRP), onde foram autuados em flagrante por roubo circunstanciado, posse ilegal de arma de fogo e receptação.

Com gazetaweb.com

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247