PMDB espera que Iris confirme candatura

A pedido do próprio, diretório regional do partido se reúne nesta quarta-feira (4) na expectativa de que, com a desistência definitiva de Júnior Friboi, ex-prefeito reassuma pré-candidatura; líder peemedebista, caso confirme o interesse na disputa de outubro, terá a difícil missão de reaglutinar o partido após a briga fratricida com o empresários das carnes; seis prefeitos já anunciaram apoio ao projeto do atual governador, Marconi Perillo (PSDB), e cinco partidos compromissados com Friboi avaliam abandonar o barco peemedebista

A pedido do próprio, diretório regional do partido se reúne nesta quarta-feira (4) na expectativa de que, com a desistência definitiva de Júnior Friboi, ex-prefeito reassuma pré-candidatura; líder peemedebista, caso confirme o interesse na disputa de outubro, terá a difícil missão de reaglutinar o partido após a briga fratricida com o empresários das carnes; seis prefeitos já anunciaram apoio ao projeto do atual governador, Marconi Perillo (PSDB), e cinco partidos compromissados com Friboi avaliam abandonar o barco peemedebista
A pedido do próprio, diretório regional do partido se reúne nesta quarta-feira (4) na expectativa de que, com a desistência definitiva de Júnior Friboi, ex-prefeito reassuma pré-candidatura; líder peemedebista, caso confirme o interesse na disputa de outubro, terá a difícil missão de reaglutinar o partido após a briga fratricida com o empresários das carnes; seis prefeitos já anunciaram apoio ao projeto do atual governador, Marconi Perillo (PSDB), e cinco partidos compromissados com Friboi avaliam abandonar o barco peemedebista (Foto: Realle Palazzo-Martini)

247 - Lideranças do PMDB alimentam a expectativa de que o ex-prefeito Iris Rezende reassuma a pré-candatura ao governo do Estado na manhã desta quarta-feira (4) durante reunião no diretório regional do partido convocada a pedido do próprio líder peemedebista. O PMDB está oficialmente sem candidato após Iris e o empresário Júnior do Friboi renunciarem às postulações com acusações de abuso de poder econômico e quebra de acordo, respectivamente.

A crise no PMDB com a briga entre seus dois pré-candidatos gerou uma fratura exposta no partido que, segundo os próprios friboizistas, só será curada se Iris trabalhar com humildade e determinação para isso. Ainda assim, dificilmente o partido marchará unido para as eleições de outubro.

Os desgastes dos desencontros entre os então pré-candidatos Iris e Friboi evidenciam-se com a debandada de prefeitos da sigla para outras candidaturas. Seis prefeitos peemedebista já anunciaram apoio ao atual governador de Goiás e provável candidato à reeleição Marconi Perillo. São eles Argemiro Rodrigues (Caiapônia), Fernando Vasconcelos (Goiatuba), Luiz Teixeira (Niquelândia), Márcio Barbosa Vasconcelos (São Simão), Ailton Minervino (Turvelândia) e Adão Diogo (Portelândia).

Cinco partidos comprometidos com o projeto de Friboi, PTN, PROS, PCdoB, PRTB e PPL, formaram um bloco para discutir apoio a uma outra candidatura. Liderado pelo presidente do PTN, o deputado estadual Francisco Gedda, o grupo dificilmente vai marchar unido com Iris. As siglas se reúnem nesta quarta-feira, com a presença de Céser Donizeti, presidente estadual do PT, cujo pré-candidato, Antonio Gomide, ambiciona o apoio do grupo. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247