PMDB vai discutir saída da gestão Haddad

Após as demissões dos subprefeitos de Santana, Carlos Roberto Candella, e de Santo Amaro, e Valderci Malagosini Machado, ambos do PMDB, a bancada do partido na Câmara Municipal de São Paulo marcou reunião para esta quinta-feira, 22, para decidir se deixa a base de apoio do prefeito Fernando Haddad (PT); peemedebistas já teriam avisado o secretário de Educação, Gabriel Chalita, que é presidente do diretório municipal, de que irão apoiar a candidatura da senadora Marta Suplicy a prefeita, rompendo o acordo com Haddad, de ter Chalita como vice na sua candidatura à reeleição

Após as demissões dos subprefeitos de Santana, Carlos Roberto Candella, e de Santo Amaro, e Valderci Malagosini Machado, ambos do PMDB, a bancada do partido na Câmara Municipal de São Paulo marcou reunião para esta quinta-feira, 22, para decidir se deixa a base de apoio do prefeito Fernando Haddad (PT); peemedebistas já teriam avisado o secretário de Educação, Gabriel Chalita, que é presidente do diretório municipal, de que irão apoiar a candidatura da senadora Marta Suplicy a prefeita, rompendo o acordo com Haddad, de ter Chalita como vice na sua candidatura à reeleição
Após as demissões dos subprefeitos de Santana, Carlos Roberto Candella, e de Santo Amaro, e Valderci Malagosini Machado, ambos do PMDB, a bancada do partido na Câmara Municipal de São Paulo marcou reunião para esta quinta-feira, 22, para decidir se deixa a base de apoio do prefeito Fernando Haddad (PT); peemedebistas já teriam avisado o secretário de Educação, Gabriel Chalita, que é presidente do diretório municipal, de que irão apoiar a candidatura da senadora Marta Suplicy a prefeita, rompendo o acordo com Haddad, de ter Chalita como vice na sua candidatura à reeleição (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SP 247 - A bancada do PMDB na Câmara Municipal de São Paulo marcou reunião para esta quinta-feira, 22, para decidir se deixa a base de apoio do prefeito Fernando Haddad (PT). 

O estopim da insatisfação do partido foi a demissão por Haddad dos subprefeitos de Santana, Carlos Roberto Candella, e de Santo Amaro, e Valderci Malagosini Machado, um dia após a demissão do secretário de Segurança Urbana, Ítalo Miranda Júnior, também do partido.

Segundo o blog do jornalista Bruno Ribeiro, a Prefeitura justifica que as demissões tiveram caráter técnico, devido a irregularidades verificadas nas subprefeituras. 

Já a bancada do PMDB já teria decidido a lançar a senadora Marta Suplicy como candidata a prefeita. O partido já teria até avisado o secretário de Educação, Gabriel Chalita, da decisão, rompendo o acordo com Haddad, de ter Chalita como vice na sua candidatura à reeleição. 

Chalita é o presidente do diretório municipal, mas os vereadores têm a maioria dos votos. "Ou o partido não toma nenhuma decisão neste ano, ficando quieto mas agindo de forma independente na Câmara, ou decide sair já", diz integrante do partido.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247