Polêmica à vista na eleição da OAB-PE

Descontente com o frisson causado pelas especulaes de que teria anunciado a sua candidatura reeleio, o presidente da OAB-PE, Henrique Mariano, assegura que no h qualquer definio sobre a disputa e diz que as "fofocas" teriam surgido para desestabilizar o seu grupo

Polêmica à vista na eleição da OAB-PE
Polêmica à vista na eleição da OAB-PE (Foto: Divulgação)

Beatriz Braga _PE247 - Muito “disse-me-disse” e nenhuma confirmação sobre as eleições para a presidência da Ordem Nacional dos Advogados de Pernambuco (OAB-PE). Pelo menos é o que garantiu o atual gestor da entidade, Henrique Mariano, ao PE247. O esclarecimento tem a ver com especulações que dão conta de que Mariano teria anunciado, internamente, sua candidatura à reeleição e, consequentemente, causado racha em seu grupo, uma vez que avaria um acordo para que ele apoiasse um outro nome em sua sucessão, ainda em 2012.

O presidente afirmou que as discussões sobre as eleições deste ano só começarão depois da Semana Santa e, até lá, “todos estarão ocupados com outras atividades”. Segundo ele, as especulações desta manhã teriam sido uma tentativa de desunir o grupo e carecem de qualquer embasamento.

“Não tem nenhum fundamento essa fofoca. Temos trabalhos, projetos e outras atividades para fazer do que discutir uma eleição que será no dia 29 de novembro. Vamos começar a discutir depois da Semana Santa. Não tenho ideia de onde partiu essa especulação, uma tentativa de desestabilizar o grupo, mas estamos unidos e não vamos antecipar o processo eleitoral”, explicou Mariano, em um tom muito descontente.

O presidente ratificou que a “fofoca” em nada afetou a integração dos envolvidos com as eleições deste ano na OAB-PE e que o “grupo continuará próximo, como sempre esteve”. O parecer de Mariano sobre as expectativas das disputadas deste ano é simples e direto: “nada definido”.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247