Polícia alemã confisca fósseis cearenses que seriam leiloados

Entre as peças está um pterossauro; os 60 fósseis apreendidos, que seriam vendidos por em torno de 100 mil euros em site ilegal de leilões, retornarão à União

Fósseis achados no Ceará e contrabandeados na Europa são vendidos por até 100 mil euros.
Fósseis achados no Ceará e contrabandeados na Europa são vendidos por até 100 mil euros. (Foto: MPCE/Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - 60 fósseis originários da Chapada do Araripe, em Cariri (CE), foram confiscados pela polícia alemã na última segunda-feira (16).

As informações foram reportadas no G1.

As peças seriam leiloadas em um site ilegal por 100 mil euros cada, o que foi prevenido através de uma colaboração entre o Ministério Público Estadual do Ceará, o Minsitério Público Federal, a Secretaria de Cooperação Internacional da Procuradoria-Geral da República e o Ministério Público de Kariserslautern, na Alemanha.

Conforme a Constituição, as peças devem retornar à União. Já foi pedido à Alemanha a conclusão das investigações e a devolução dos fósseis. 

Entre os animais fossilizados, está um pterossauro, insetos e aracnídeos de mais de 120 milhões de anos atrás, conforme apontado pela Universidade Federal do Cariri. Acredita-se que as peças foram contrabandeadas na década de 80.

A região do Cariri é uma das mais ricas em fósseis no mundo, o que atrai o contrabando há décadas, apesar de esforços recentes do Ministério Público.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247