Polícia Civil ouve Maurício Sampaio nesta tarde

Depoimento do ex-dirigente atleticano está marcado para as 16h na Delegacia de Homídios; cartorário e dono de um patrimônio milionário, Maurício é apontado pela polícia como o principal suspeito de encomendar o assassinato do cronista esportivo Valério Luiz; defesa do empresário critica inquérito e garante inocência; "Nada foi apurado porque não há como se apurar algo que não ocorreu", diz advogado

Polícia Civil ouve Maurício Sampaio nesta tarde
Polícia Civil ouve Maurício Sampaio nesta tarde (Foto: Lailson Duarte)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247_ A delegada titular de Investigação de Homicídios, Adriana Barros, irá interrogar o ex vice-presidente do Atlético Goianiense Maurício Sampaio, às 16 horas desta segunda-feira. Ele foi preso no último sábado por determinação da Justiça, que expediu mandado de prisão temporária, válida por 30 dias.

Sampaio é suspeito de ser o mandante do assassinato do cronista esportivo Valério Luiz, ocorrido no dia 5 de julho do ano passado, após deixar a rádio onde trabalhava no Setor Serrinha, em Goiânia. A suspeita é que Valério Luiz tenha sido morto pelas críticas que fazia ao Atlético Goianiense, quando Maurício era ao vice-presidente do clube.

Advogados criticam inquérito policial

Maurício Sampaio está sendo defendido por advogados renomados da Capital. Assim que ele foi preso no sábado, sua defesa já se prontificou a criticar o inquérito da Polícia Civil e os rumos das investigações. “Maurício é absolutamente inocente e, por isso, não tem como existir prova contra ele", diz o advogado Neilton Cruvinel Filho.

Segundo Cruvinel, seria impossível descobrir algo sobre seu cliente: “Nada foi apurado porque não há como se apurar algo que não ocorreu. De repente, do nada, aparece uma denúncia anônima dando o nome de um pretenso executor, disposto a confessar tudo”. Essas afirmações estão no em editorial publicado pela Rádio 730, que tem Mauricio Sampaio como um dos donos.

 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247