Polícia vai investigar denúncia de artistas sobre pagamento de propinas

A denúncia do cantor André Rio de que há cobrança de propinas para a contratação de artistas em shows patrocinados pela Empetur e pela Fundart foi reafirmada por ele hoje, durante o programa Mesa de Bar, da Rádio Jornal.  A Polícia Civil deverá abrir um inquérito, na segunda-feira para investigar o fato 

A denúncia do cantor André Rio de que há cobrança de propinas para a contratação de artistas em shows patrocinados pela Empetur e pela Fundart foi reafirmada por ele hoje, durante o programa Mesa de Bar, da Rádio Jornal.  A Polícia Civil deverá abrir um inquérito, na segunda-feira para investigar o fato 
A denúncia do cantor André Rio de que há cobrança de propinas para a contratação de artistas em shows patrocinados pela Empetur e pela Fundart foi reafirmada por ele hoje, durante o programa Mesa de Bar, da Rádio Jornal.  A Polícia Civil deverá abrir um inquérito, na segunda-feira para investigar o fato  (Foto: Fatima 247)

A pedido oficial da Secretaria de Turismo de Pernambuco, a Polícia Civil deverá abrir, nesta segunda-feira (27) inquérito, para apurar as denúncias de pagamento de propinas na contratação de artistas para a realização de shows, através da EMPETUR e da Fundart. A denúncia foi feita pelo cantor André Rio, em áudio vazado do aplicativo Whatsapp, na última quinta-feira. Na gravação, o cantor diz que "o cachê é X e eu tenho que deixar metade do X de 'bola' para as pessoas que dirigem esses órgãos, essa ‘esculhambação’. Temos que nos juntar e ir ao Ministério Público botar para arrombar nesse povo todo".

Na manhã deste sábado, o cantor participou do programa Mesa de Bar, da Rádio Jornal e reafirmou a denúncia. O secretário de Turismo também participou do programa e cobrou os nomes dos envolvidos no suposto esquema. André Rio também leu uma carta ao lado de amigos e artistas como o Maestro Spok, Luciano Magno, Ravel, Salatiel de Camarão e Carla Rio, que fizeram questão de apoiá-lo. Cezzinha também estava ao lado de André Rio no momento da leitura. O sanfoneiro foi um dos músicos que também gravou áudio denunciando o suposto esquema. No fim da carta, André destaca que se expressou em defesa da cultura do estado e agradeceu o apoio recebido. “A nossa união é por uma cultura pernambucana mais forte”, salientou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247