Policiais rodoviários federais em greve fazem manifestação em São Paulo

"O que queremos é que o governo sente à mesa de negociação e negocie conosco", declarou um membro da comissão regional de mobilização

Policiais rodoviários federais em greve fazem manifestação em São Paulo
Policiais rodoviários federais em greve fazem manifestação em São Paulo (Foto: Joel Silva/Folhapress)

Agência Brasil - Um protesto dos policiais rodoviários federais lotados em São Paulo marcou hoje (24) o início da greve da categoria no estado. A categoria se reuniu próximo à Rodovia Presidente Dutra (BR-116), na zona norte da capital paulista, ao lado da base da corporação, no começo da tarde, mas o trânsito não foi prejudicado.Ontem (23), após reunião em Brasília com o secretário de Relações do Trabalho do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça, os policiais rodoviários federais recusaram a proposta oferecida e decidiram manter a greve. 

Orival Aguilar, membro da comissão regional de mobilização, ressaltou a preocupação dos policiais em não provocar a interrupção do trânsito na Via Dutra. "Nós já mostramos para o governo que podemos fazer isso [parar o trânsito], mas não queremos mais. O que queremos é que o governo sente à mesa de negociação e negocie conosco", disse.

Os grevistas pedem a reestruturação da carreira, ajuste salarial, exigência do nível superior para o ingresso na carreira e aumento do efetivo. Segundo Aguilar, existem 9 mil policiais atuando no Brasil, mas um estudo feito pelo Tribunal de Contas da União em 2007 apontou que o país precisaria de um número entre 18 e 20 mil.

De acordo com Luiz Antonio Pereira da Silva, presidente do Sindicato dos Policias Rodoviários Federais no Estado de São Paulo (Sinprf-SP), trechos de várias rodovias no estado sofrem com efetivo reduzido.

"Eu vou citar a Regis Bittencourt, que é a estrada do Mercosul. Hoje, nós temos policial atendendo 60 quilômetros [de rodovia] sozinho. [Nessa situação] o policial não tem condições de coibir os crimes, roubos, assaltos", disse.

No estado trabalham 600 policiais rodoviários federais, mas o sindicato estima que seriam precisos, pelo menos, mais 1.200.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247