Polo naval na expectativa da visita de Dilma ao EAS

Visita da presidente Dilma Rousseff tem como objetivo oficial o lançamento ao mar do petroleiro André Rebouças e o batismo do navio Marcílio Dias, encomendados pela Transpetro e construídos pelo Estaleiro Atlântico Sul (EAS); ocasião também marca uma tentativa de retomada de agenda positiva por parte do governo, que enfrenta problemas com o ajuste fiscal, desemprego e o controle da inflação; expectativa é grande já que nesta quinta-feira (14) Dilma recebe representantes do setor naval do Japão, em Brasília, para discutir possíveis soluções para a crise que alcança os estaleiros do país

Ipojuca - PE, 14/04/2014. Presidenta Dilma Rousseff durante Cerimônia alusiva à viagem inaugural do navio Dragão do Mar e batismo do navio Henrique Dias no Estaleiro Atlântico Sul . Foto: Roberto Stuckert Filho/PR
Ipojuca - PE, 14/04/2014. Presidenta Dilma Rousseff durante Cerimônia alusiva à viagem inaugural do navio Dragão do Mar e batismo do navio Henrique Dias no Estaleiro Atlântico Sul . Foto: Roberto Stuckert Filho/PR (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Pernambuco 247 - A presidente Dilma Rousseff desembarca pela segunda vez em Pernambuco em menos de 20 dias. A visita tem como objetivo oficial o lançamento ao mar do petroleiro André Rebouças e o batismo do navio Marcílio Dias, construídos pelo Estaleiro Atlântico Sul (EAS). A vinda de Dilma também marca uma tentativa de retomada de agenda positiva por parte do governo, que enfrenta problemas com o ajuste fiscal, desemprego e o controle da inflação. Em sua última passagem pelo Estado, Dilma participou da inauguração da fábrica da Jeep, pertencente ao grupo Fiat Chrysler Automobile.

A visita da presidente está cercada de expectativas. O polo naval pernambucano vem enfrentando uma série de dificuldades desde que a Sete Brasil, empresa criada para o fornecimento de navios sondas à Petrobras, ficou sem dinheiro e sem poder obter financiamento desde que foi citada nas investigações da Operação Lava Jato, que apura casos de desvios e corrupção na Petrobras.
Desde então o EAS, que teria a receber entre R$ 4 bilhões e R$ 6 bilhões da Sete Brasil, já acumula dividas que somam cerca de R$ 3 bilhões. Nesta semana, o grupo japonês IHI, sócio do empreendimento juntamente com a Queiroz Galvão e Camargo Corrêa, ambas citada na Lava jato, admitiu que poderá ter prejuízos da ordem de R$ 730 milhões.

As demissões desde que as dificuldades começaram alcançaram 1,4 mil trabalhadores diretamente ligados ao empreendimento O Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Pernambuco (Simmepe) estima que outros 2 mil postos de trabalho ligados ao setor foram fechados nos últimos meses. O setor naval pernambucano já empregou cerca de 11 mil trabalhadores, número que foi reduzido atualmente para cerca de 5,6 mil.

A visita de Dilma porém também é cercada de expectativas positivas em relação a uma retomada das ações voltadas para o setor naval. Nesta quinta-feira, ela terá uma reunião com executivos da IHI, Kawasaki e Mitsubishi, que investiram mais de R$ 1 bilhão em três estaleiros no país - EAS, Enseada e Rio Grande – para possíveis soluções para a crise do setor.

Os executivos esperam a garantia de que a Petrobras vá assegurar a demanda por sondas e que a Sete Brasil irá honrar suas dívidas.A empresa Sete Brasil, principal fornecedora da Petrobras na exploração do pré-sal, encaminhou a seus credores proposta de mudança completa no perfil da companhia. O plano custará R$ 1,2 bilhão aos sócios da companhia, que hoje deve R$ 12 bilhões R$ 12 bilhões com bancos nacionais e estrangeiros.

O EAS já notificou a Sete Brasil que tem US$ 1 bilhão a receber e espera que a pendência seja levada em conta em qualquer reorganização.

 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247