Por 2014, Aécio e Serra travam duelo em São Paulo

Apoiado pela maioria do partido como candidato à presidência da República, senador mineiro Aécio Neves foca no reduto de José Serra em suas próximas viagens: fará oito passagens pelo Estado até o final do ano; enquanto isso, o ex-governador paulista deixa cada vez mais claro que está em atividade, primeiro ao defender prévias no PSDB, como fez na última quarta-feira, depois por ter retomado o diálogo com líderes do PPS, com quem se reuniu ontem e para onde pode migrar caso não consiga espaço na sigla

Apoiado pela maioria do partido como candidato à presidência da República, senador mineiro Aécio Neves foca no reduto de José Serra em suas próximas viagens: fará oito passagens pelo Estado até o final do ano; enquanto isso, o ex-governador paulista deixa cada vez mais claro que está em atividade, primeiro ao defender prévias no PSDB, como fez na última quarta-feira, depois por ter retomado o diálogo com líderes do PPS, com quem se reuniu ontem e para onde pode migrar caso não consiga espaço na sigla
Apoiado pela maioria do partido como candidato à presidência da República, senador mineiro Aécio Neves foca no reduto de José Serra em suas próximas viagens: fará oito passagens pelo Estado até o final do ano; enquanto isso, o ex-governador paulista deixa cada vez mais claro que está em atividade, primeiro ao defender prévias no PSDB, como fez na última quarta-feira, depois por ter retomado o diálogo com líderes do PPS, com quem se reuniu ontem e para onde pode migrar caso não consiga espaço na sigla (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SP247 – O Estado de São Paulo receberá maior atenção do senador mineiro Aécio Neves (PSDB) em suas próximas viagens pelo País: o tucano se encontrará com os paulistas pelo menos oito vezes até o final do ano. A escolha, claro, não é á toa. São Paulo é o reduto do ex-governador José Serra, que ainda recebe o apoio de parlamentares tucanos para que ele seja candidato à presidência da República em 2014, e não Aécio, ou que ao menos o partido realize prévias.

O mineiro pretende passar por redutos tucanos paulistas, como as cidades de Barretos, onde participará de três eventos, e Ribeirão Preto, cidade do presidente do PSDB paulista, o deputado Duarte Nogueira. Aécio irá realizar agendas públicas e, na condição de presidente nacional do PSDB, pretende ainda liderar os cinco encontros que o partido fará no segundo semestre, um em cada região do Brasil.

Enquanto isso, José Serra deixa cada vez mais claro que está em atividade, apesar de não receber o apoio e de ser até criticado pela ampla maioria tucana – como aconteceu na última reunião de líderes do partido, em Brasília. Nessa semana, o ex-governador defendeu prévias caso haja mais do que um nome para se candidatar ao Planalto em 2014. Ontem, intensificou o diálogo com dirigentes do PPS, um possível caminho para se candidatar, caso não encontre espaço no PSDB.

"Hoje tive ótima conversa com deputados do PPS, partido do nosso campo político e que participa nas nossas lutas", tuitou Serra nesta quinta-feira 15. Em nota, o partido afirmou que reiterou o convite ao tucano para que ele ingressasse na legenda. O texto informa que, no encontro de ontem, "Serra afirmou que vive um momento interno dentro do PSDB e, por enquanto, ainda não tem uma definição sobre o convite feito pelo PPS".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email