Por 2018, Alckmin se aproxima do MST

Nesta quinta-feira (14) o governo Alckmin vai sancionar a lei estadual que permite a transmissão de terras a herdeiros de assentamentos rurais e o acesso deles a meios de financiamento; "É uma sinalização de um governo que enxerga o conjunto do espectro da sociedade e não se limita a um único segmento", disse o secretário da Casa Civil, Edson Aparecido; histórico aliado dos petistas, movimento sauda manobra eleitoral de Alckmin: "É surpreendente e bom que esse projeto venha de um governo tucano. Isso ajuda a pressionar a esquerda e o governo", elogia Gilmar Mauro, dirigente do MST

Nesta quinta-feira (14) o governo Alckmin vai sancionar a lei estadual que permite a transmissão de terras a herdeiros de assentamentos rurais e o acesso deles a meios de financiamento; "É uma sinalização de um governo que enxerga o conjunto do espectro da sociedade e não se limita a um único segmento", disse o secretário da Casa Civil, Edson Aparecido; histórico aliado dos petistas, movimento sauda manobra eleitoral de Alckmin: "É surpreendente e bom que esse projeto venha de um governo tucano. Isso ajuda a pressionar a esquerda e o governo", elogia Gilmar Mauro, dirigente do MST
Nesta quinta-feira (14) o governo Alckmin vai sancionar a lei estadual que permite a transmissão de terras a herdeiros de assentamentos rurais e o acesso deles a meios de financiamento; "É uma sinalização de um governo que enxerga o conjunto do espectro da sociedade e não se limita a um único segmento", disse o secretário da Casa Civil, Edson Aparecido; histórico aliado dos petistas, movimento sauda manobra eleitoral de Alckmin: "É surpreendente e bom que esse projeto venha de um governo tucano. Isso ajuda a pressionar a esquerda e o governo", elogia Gilmar Mauro, dirigente do MST (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Na disputa com Aécio Neves pega vaga do PSDB à Presidência em 2018, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, tem se aproximado do MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra), histórico aliado dos petistas.

Nesta quinta-feira (14) o governo Alckmin vai sancionar a lei estadual que permite a transmissão de terras a herdeiros de assentamentos rurais e o acesso deles a meios de financiamento.

"É uma sinalização de um governo que enxerga o conjunto do espectro da sociedade e não se limita a um único segmento", disse o secretário da Casa Civil, Edson Aparecido, em entrevista à ‘Folha de S. Paulo’.

A lei será celebrada em um evento na residência oficial do governador com os sem-terra: "É surpreendente e bom que esse projeto venha de um governo tucano. Isso ajuda a pressionar a esquerda e o governo", elogia Gilmar Mauro, dirigente do MST (leia mais).

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247