“Por orientação de Neto, Temer boicota a Bahia”, diz Robinson Almeida

O deputado federal Robinson Almeida (PT) denunciou nesta tarde "a trinca do golpe", formada, segundo ele, pelo prefeito ACM Neto (DEM), pelo ministro da Secretaria de Governo, Antônio Imbassahy (PSDB), e pelo ex-titular da pasta Geddel Vieira Lima (PMDB); de acordo com o deputado baiano, Michel Temer "boicota a Bahia" porque Geddel, ACM e Imbassahy fazem oposição ao governador Rui Costa; Robinson denuncia o veto de Temer a um empréstimo de R$ 6 bilhões para o governo do Estado, dinheiro que seria usado em recuperação de estradas, saúde e educação

Robinson Almeida
Robinson Almeida (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - O deputado federal Robinson Almeida (PT) denunciou nesta tarde "a trinca do golpe", formada, segundo ele, pelo prefeito ACM Neto (DEM), pelo ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, Antônio Imbassahy (PSDB), e pelo ex-titular da pasta Geddel Vieira Lima (PMDB), que cumpre prisão domiciliar.

De acordo com o deputado baiano, Michel Temer "boicota a Bahia" porque Geddel, ACM e Imbassahy fazem oposição ao governador Rui Costa. Robinson denuncia o veto de Temer a um empréstimo de R$ 6 bilhões para o governo do Estado, dinheiro que seria usado em recuperação de estradas, saúde e educação.

"Ocupando funções importantes no governo Temer, DEM, PMDB e PSDB, ao invés de ajudar a Bahia, tem jogado contra. Recentemente, em jantar entre Neto, Temer e Imbassahy, foi colocado na mesa o veto ao empréstimo de R$ 6 bilhões para o governo do estado aplicar na recuperação de estradas, saúde e educação", diz o petista.

"Nunca ter visitado a Bahia e Minas Gerais, governados pelo PT, depois de mais de um ano no poder, mostra o modo Temer de governar: discriminação, ausência de realização e perseguição política", afirma Robinson.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247