Por que investidores pioram com o tempo

Morgan Housel, renomado jornalista financeiro, listou os 23 motivos que podem fazer com que um investidor perca muito dinheiro; "Você deixa sua posição política guiar seus investimentos sem perceber que o mercado não se importa com quem você votou ou qual jornal, canal ou revista você considera ser a mais honesta", é uma das razões; "Você nunca foi capaz de prever o que o mercado vai fazer a seguir. Contudo, isso não te intimidou a tentar prever o que o mercado irá fazer no futuro", é outra

Morgan Housel, renomado jornalista financeiro, listou os 23 motivos que podem fazer com que um investidor perca muito dinheiro; "Você deixa sua posição política guiar seus investimentos sem perceber que o mercado não se importa com quem você votou ou qual jornal, canal ou revista você considera ser a mais honesta", é uma das razões; "Você nunca foi capaz de prever o que o mercado vai fazer a seguir. Contudo, isso não te intimidou a tentar prever o que o mercado irá fazer no futuro", é outra
Morgan Housel, renomado jornalista financeiro, listou os 23 motivos que podem fazer com que um investidor perca muito dinheiro; "Você deixa sua posição política guiar seus investimentos sem perceber que o mercado não se importa com quem você votou ou qual jornal, canal ou revista você considera ser a mais honesta", é uma das razões; "Você nunca foi capaz de prever o que o mercado vai fazer a seguir. Contudo, isso não te intimidou a tentar prever o que o mercado irá fazer no futuro", é outra (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Em artigo publicado no site Business Insider, Morgan Housel, jornalista econômico renomado, começa dizendo: “as pessoas costumam ficar melhor ao longo do tempo. Nós somos melhores agricultores, corredores mais rápidos, pilotos mais seguros e meteorologistas mais precisos do que éramos há 50 anos. Mas há algo sobre o dinheiro que regula o melhor de nós. Se você olhar para a taxa de falências pessoais, crises financeiras, bolhas, incumprimentos de dívidas e as taxas de poupança, eu me pergunto se as pessoas são tão ruins em administrar o dinheiro hoje como eram nas gerações anteriores, talvez sejam ainda piores. É uma das únicas áreas na vida que parece ficar progressivamente mais burra”.

E, pensando nessa, “burrice” que assola o mundo das finanças e investimentos, Morgan compilou 77 razões, atitudes e pensamentos que as pessoas que lidam com dinheiro da maneira errada mais tem. Reunidas aqui estão as 23 que tratam de investimentos.

1)  Você deixa sua posição política guiar seus investimentos sem perceber que o mercado não se importa com quem você votou ou qual jornal, canal ou revista você considera ser a mais honesta

2) Sua definição de “longo prazo” é o período entre o agora e o próximo bear market, seja lá quando isso acontecer

3) Você nunca foi capaz de prever o que o mercado vai fazer a seguir. Contudo, isso não te intimidou a tentar prever o que o mercado irá fazer no futuro.

4) Você associa todo seu sucesso financeiro a habilidade e todos seus fracassos a má sorte.

5) Você se ancora a qualquer preço que pagou por uma ação sem se dar conta que o mercado não sabe, nem se importa, com o que você acredita ser um preço “justo”.

6) Sua percepção de história se estende até cinco anos atrás. Isso faz com que você acredite que investir em fundos é seguro, uma recessão média é mais ou menos igual a de 2008 e que estamos em uma taxa normal de alto desemprego.  

7) Você diz que você vai ser ganancioso quando os outros estão com medo, em seguida, deita em posição fetal quando o mercado cai 2%.

8) Você adora investidores “lendários” cuja a única habilidade é marketing pessoal.

9) Você acha que pode ser um day trades de sucesso quando o hedge fund que você está competindo com pode ler uma reportagem, descobrir o que aquilo significa, aplicar um trade, adquirir lucro e sair do trade, literalmente, no mesmo tempo que você leva para clicar sobre a referida reportagem.      

10) Você acredita ser muito jovem para começar a guardar para aposentadoria, quando, a cada dia que passa, os juros compostos que poderiam estar trabalhando a seu favor, vão tornando seu investimento menos eficiente.

11) Você passa um mês pesquisando a melhor máquina de lavar, e então investe o dobro ou mais de dinheiro em uma única ação baseado somente em uma dica de uma pessoa que você não conhece e que não deveria confiar.

12) Você está investindo para os próximos 50 anos mas fica estressado quando o mercado tem um dia ruim.

13) Você checa sua conta de corretagem com mais frequência quando o mercado está em movimento de sobe desce.

14) Você prevê o tamanho do potencial do seu investimento baseado em retornos passados, ao invés de usar como referência investimentos que você entende, tem uma vantagem competitiva, se encaixa nos seus objetivos e que poderá vender por uma margem atraente.

15) Você não respeita a ideia de que “fazer nada” são as duas palavras mais poderosas no mundo dos investimentos.

16) Você contrata um médico para cuidar da sua saúde, um contador para fazer seus impostos, um advogado para cuidar dos problemas legais, um encanador quando a pia entope, um mestre de obra para construir sua casa, um treinador para ajudar nos exercícios, um dentista para cuidar dos seus dentes e um piloro para voar quando você viaja. Parece impensável não fazer dessa maneira, mas, quando o assunto é investimentos, sem nenhuma experiência, você acredita ser capaz de, bater o pé e, quer queira, quer não, fazer tudo sozinho.

17) Você esquece que o ativo mais valioso que você tem como investidor é tempo.

18) Você não reconhece o papel que a sorte tem quando obtém um investimento de sucesso ocasional.

19) Você acha que o mercado de ações é muito arriscado pois é volátil, sem perceber que o maior risco que você encara não é volatilidade e sim o não crescimento das suas ações pelas próximas décadas.

20) Você encara o mercado de ações como números que sobem e descem mais do que como uma participação acionária em empresas reais com ativos reais.

21) Suas decisões de investimento são guias pelo o que a economia está fazendo, quando as duas, na verdade, tem pouquíssima correlação.

22) Você acredita que, ao não mudar sua opinião sobre mercados, a economia e seus investimentos é, de certa forma, uma atitude honrosa, quando, na verdade, está te desligando da realidade e das mudanças que estão acontecendo no mundo financeiro.

23) Você subestima o quão rápido uma empresa pode passar de “blue chip” para falida.  

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247