Por que ninguém dura no comando da Saúde?

Caos da Saúde no Tocantins abateu mais um secretário estadual; Luiz Antônio da Silva Ferreira teve sua exoneração, a pedido, publicada no Diário Oficial do Estado dessa segunda-feira, 24; em seu lugar assumiu o Subsecretário de Finanças da pasta, Marcio Carvalho da Silva Correia; quando assumiu a Secretaria da Saúde (Sesau), em maio, Ferreira teve como missão não deixar ninguém sem atendimento e utilizar os recursos e controle para evitar falta de medicamentos, materiais, insumos nos hospitais públicos; não conseguiu; desde 2011, quando se iniciou o mandato do governador Siqueira Campos, já passaram pelo comando da Sesau oito secretários; em 2014, orçamento da Saúde foi de R$ 1,2 bilhão; o que há de errado na Saúde?  

Caos da Saúde no Tocantins abateu mais um secretário estadual; Luiz Antônio da Silva Ferreira teve sua exoneração, a pedido, publicada no Diário Oficial do Estado dessa segunda-feira, 24; em seu lugar assumiu o Subsecretário de Finanças da pasta, Marcio Carvalho da Silva Correia; quando assumiu a Secretaria da Saúde (Sesau), em maio, Ferreira teve como missão não deixar ninguém sem atendimento e utilizar os recursos e controle para evitar falta de medicamentos, materiais, insumos nos hospitais públicos; não conseguiu; desde 2011, quando se iniciou o mandato do governador Siqueira Campos, já passaram pelo comando da Sesau oito secretários; em 2014, orçamento da Saúde foi de R$ 1,2 bilhão; o que há de errado na Saúde?
 
Caos da Saúde no Tocantins abateu mais um secretário estadual; Luiz Antônio da Silva Ferreira teve sua exoneração, a pedido, publicada no Diário Oficial do Estado dessa segunda-feira, 24; em seu lugar assumiu o Subsecretário de Finanças da pasta, Marcio Carvalho da Silva Correia; quando assumiu a Secretaria da Saúde (Sesau), em maio, Ferreira teve como missão não deixar ninguém sem atendimento e utilizar os recursos e controle para evitar falta de medicamentos, materiais, insumos nos hospitais públicos; não conseguiu; desde 2011, quando se iniciou o mandato do governador Siqueira Campos, já passaram pelo comando da Sesau oito secretários; em 2014, orçamento da Saúde foi de R$ 1,2 bilhão; o que há de errado na Saúde?   (Foto: Aquiles Lins)

Tocantins 247 - O caos em que vive a área da Saúde no Tocantins abateu mais um secretário de Estado. Luiz Antônio da Silva Ferreira teve sua exoneração, a pedido, publicada no Diário Oficial do Estado dessa segunda-feira, 24. 

Governador Sandoval Cardoso (SD) nomeou como novo secretário da Saúde do Estado o Subsecretário de Finanças da pasta, Marcio Carvalho da Silva Correia. Na vaga de Marcio Carvalho, foi nomeado Leonardo Castro de Oliveira. 

Luiz Antônio Ferreira foi nomeado secretário no lugar de Vanda Paiva em maio deste ano, logo após Sandoval Cardoso ser eleito pela Assembleia Legislativa para governar o Estado, com a renúncia de Siqueira Campos (PSDB). Quando assumiu a Secretaria da Saúde do Estado (Sesau), Ferreira teve como missão não deixar ninguém sem atendimento e utilizar os recursos e controle para evitar falta de medicamentos, materiais, insumos nos hospitais públicos. 

Considerando as frequentes denúncias dos órgãos de fiscalização, como os Ministérios Públicos Estadual, Federal e a Defensoria Pública Estadual sobre desabastecimento de medicamentos, materiais para cirurgia, insumos por falta de pagamento a fornecedores, a missão do ex-secretário fracassou. O ex-gestor chegou a ter pedido pelas três instituições a sua prisão, que foi negada pela Justiça. 

Desde 2011, quando se iniciou o mandato do governador Siqueira Campos, já passaram pelo comando da Sesau oito secretários: Arnaldo Nunes, Raimundo Boi, José Gastão Almada, Nicolau Esteves, Luiz Fernando Freesz, Vanda Paiva, Luiz Antonio e agora Marcio carvalho.

O orçamento de 2014 para a Secretaria da Saúde foi de R$ 1,2 bilhão. 

Em comunicação divulgado à imprensa na manhã desta terça-feira, 25, Luiz Antônio Ferreira seu trabalho foi pautado por ética, transparência e sempre com compromisso com os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Servidor efetivo do Estado como odontólogo, Luiz Antônio afirma que continuará a trabalhar na Secretaria apoiando o novo gestor da pasta e o novo Governador do Estado, Marcelo Miranda (PMDB). 

Marzola também sai

O Diário Oficial do Estado trouxe também a exoneração a pedido do secretário da Agricultura e Pecuária, Júnior Marzola. Jaime Café, que já assumiu a pasta no Governo Siqueira, foi nomeado para exercer o cargo novamente nesses últimos 35 dias de governo Sandoval.

Leia na íntegra o comunicado de Luiz Antônio Ferreira.

"Comunicado

O Secretário de Estado da Saúde, Luiz Antônio da Silva Ferreira comunica a todos os servidores da Secretaria da Saúde, aos usuários do Sistema Único de Saúde, bem como aos prestadores de serviços que deixou o cargo por motivos pessoais, mas que continuará a trabalhar em prol da saúde dos tocantinenses, como vem fazendo ao longo dos seus 20 anos de carreira como servidor efetivo.

Luiz Antônio agradece a todos o apoio recebido nesses sete meses à frente desta importante pasta e ressalta que seu trabalho foi pautado por ética, transparência e sempre com compromisso com os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), trabalhando arduamente para manter os serviços de saúde com qualidade e funcionando, garantindo assim a assistência aos mais de 92% da população que são dependentes do sistema público de saúde no estado.

O Secretário também agradece ao Governador do Estado, Sandoval Cardoso, pela oportunidade e o privilégio de trabalhar nesta Pasta, que proporcionou o conhecimento amplo de um Sistema de Saúde (Único) no país e no mundo, o qual garante a todos, sem distinção de cor, raça ou credo atendimento igualitário, gratuito e de qualidade.

Ciente do seu compromisso como servidor efetivo deste Estado, Luiz Antônio afirma que continuará a trabalhar na Secretaria apoiando o novo gestor da pasta e o novo Governador do Estado, Marcelo Miranda." (Atualizada às 10h20)

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247