PP deve indicar deputado baiano para Integração

Filho do vice-governador da Bahia, João Leão, o deputado federal Cacá Leão deve ser indicado pelo PP para assumir o Ministério da Integração Nacional no lugar de Gilberto Occhi, que vai deixar o cargo para tratar um câncer na próstata; apesar de a presidente Dilma Rousseff ter resistido em trocar Occhi, houve forte pressão para que a vaga fosse ocupada por um deputado do PP

Filho do vice-governador da Bahia, João Leão, o deputado federal Cacá Leão deve ser indicado pelo PP para assumir o Ministério da Integração Nacional no lugar de Gilberto Occhi, que vai deixar o cargo para tratar um câncer na próstata; apesar de a presidente Dilma Rousseff ter resistido em trocar Occhi, houve forte pressão para que a vaga fosse ocupada por um deputado do PP
Filho do vice-governador da Bahia, João Leão, o deputado federal Cacá Leão deve ser indicado pelo PP para assumir o Ministério da Integração Nacional no lugar de Gilberto Occhi, que vai deixar o cargo para tratar um câncer na próstata; apesar de a presidente Dilma Rousseff ter resistido em trocar Occhi, houve forte pressão para que a vaga fosse ocupada por um deputado do PP (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - Filho do vice-governador da Bahia, João Leão, o deputado federal Cacá Leão deve ser indicado pelo (Partido Progressista (PP) para assumir o Ministério da Integração Nacional no lugar do atual ministro, Gilberto Occhi, que vai deixar o cargo para tratar um câncer na próstata. O secretário-executivo do ministério, Carlos Antônio Vieira, assumiu interinamente a pasta.

Apesar de a presidente Dilma Rousseff ter resistido em trocar Occhi, houve forte pressão para que a vaga fosse ocupada por um deputado do PP, segundo o jornal Tribuna da Bahia. Lideranças progressistas no Senado e na Câmara já negaram qualquer pretensão de o cargo de Occhi, indicado pelo partido, ser aproveitado em um arranjo político em meio ao processo de definição da liderança do partido na Câmara.

Atendendo a um pedido do presidente nacional do PP, o senador Ciro Nogueira (PI), Cacá Leão abriu mão de disputar a vaga de líder do Partido Progressista na Câmara dos Deputados.

A atitude levantou especulações entre deputados da sigla de que Cacá Leão pode chefiar o Ministério da Integração Nacional em troca da liderança partidária.

No mês passado, Cacá Leão negou que tenha desistido de tentar liderar a bancada do seu partido em troca do ministério. Segundo o congressista baiano, ele atendeu a um apelo do senador Ciro Nogueira para garantir a unidade do partido. "Às vezes temos que dar um passo atrás para dar dois à frente", disse o parlamentar na época.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247