Prefeito e governador avaliam estragos da chuva

Prefeito ACM Neto e o governador Rui Costa foram nesta terça-feira à Baixa do Fiscal, no subúrbio ferroviário, onde aconteceu um deslizamento de terra que matou quatro pessoas no domingo; ACM disse que já começou a ingressar com ações judiciais para remoção de famílias que permanecem em áreas de risco; Rui afirmou que auxiliará a prefeitura com equipes de engenheiros para a realização de vistorias em cerca de duas mil residências

Prefeito ACM Neto e o governador Rui Costa foram nesta terça-feira à Baixa do Fiscal, no subúrbio ferroviário, onde aconteceu um deslizamento de terra que matou quatro pessoas no domingo; ACM disse que já começou a ingressar com ações judiciais para remoção de famílias que permanecem em áreas de risco; Rui afirmou que auxiliará a prefeitura com equipes de engenheiros para a realização de vistorias em cerca de duas mil residências
Prefeito ACM Neto e o governador Rui Costa foram nesta terça-feira à Baixa do Fiscal, no subúrbio ferroviário, onde aconteceu um deslizamento de terra que matou quatro pessoas no domingo; ACM disse que já começou a ingressar com ações judiciais para remoção de famílias que permanecem em áreas de risco; Rui afirmou que auxiliará a prefeitura com equipes de engenheiros para a realização de vistorias em cerca de duas mil residências (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - O prefeito ACM Neto (DEM) e o governador Rui Costa (PT) estiveram nesta terça-feira (12) na Baixa do Fiscal, no subúrbio ferroviário, onde aconteceu um deslizamento de terra que matou quatro pessoas no domingo (10). OS gestores foram avaliar os impactos dos desastres para reforçar o pedido junto ao governo federal de liberação de R$ 400 milhões para obras de contenções em cerca de 200 encostas em diversas áreas de Salvador.

Só no caso da Baixa do Fiscal, a estimativa é que sejam investidos R$ 25 milhões. Outras áreas devem ser beneficiadas com os recursos, a exemplo de San Martin, São Caetano, Lobato, Liberdade e Pau da Lima.

ACM Neto destacou que já começou hoje a a ingressar com ações na Justiça para garantir a remoção de famílias que insistem em permanecer em áreas de risco.

"São quase mil famílias que saíram voluntariamente e estão recebendo auxílio da prefeitura. Estamos oferecendo todo o suporte, como o Aluguel Social e o auxílio-emergência, além dos abrigamentos, para que as famílias não permaneçam em área de risco. Em muitos casos, as pessoas não querem sair de jeito nenhum. Nesses casos, não nos resta alternativa a não ser recorrer à Justiça para garantir essa remoção", afirmou o prefeito.

O governador Rui Costa afirmou que auxiliará a prefeitura com equipes de engenheiros para a realização de vistorias em cerca de duas mil residências.

"Tínhamos duas equipes de engenharia auxiliando a prefeitura e já autorizei para dobrar para quatro. Até quinta, queremos atender duas mil vistorias que estão faltando, auxiliando a Prefeitura. No caso daquelas que comprovadamente tiverem risco, é preciso que as famílias saiam imediatamente. Muitas dessas casas não voltarão a ser moradias, e por isso também estamos pleiteando junto ao governo federal recursos para construções de conjuntos habitacionais", disse Rui.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247