Prefeitura define distribuição de unidades habitacionais do MCMV

Os beneficiários ficaram sabendo nesta terça-feira (5) em que unidades habitacionais do Conjunto Alameda das Palmeiras vão morar a partir de novembro. 2.960 famílias serão beneficiadas nesta segunda etapa do residencial do Minha Casa Minha Vida. “Cada um sai daqui com o seu endereço, sabendo qual apartamento, lote e quadra vai morar”, afirmou o prefeito Roberto Cláudio (PDT)

Os beneficiários ficaram sabendo nesta terça-feira (5) em que unidades habitacionais do Conjunto Alameda das Palmeiras vão morar a partir de novembro. 2.960 famílias serão beneficiadas nesta segunda etapa do residencial do Minha Casa Minha Vida. “Cada um sai daqui com o seu endereço, sabendo qual apartamento, lote e quadra vai morar”, afirmou o prefeito Roberto Cláudio (PDT)
Os beneficiários ficaram sabendo nesta terça-feira (5) em que unidades habitacionais do Conjunto Alameda das Palmeiras vão morar a partir de novembro. 2.960 famílias serão beneficiadas nesta segunda etapa do residencial do Minha Casa Minha Vida. “Cada um sai daqui com o seu endereço, sabendo qual apartamento, lote e quadra vai morar”, afirmou o prefeito Roberto Cláudio (PDT) (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará 247 - Nesta terça-feira (5), os 2.960 beneficiários da segunda tapa do Residencial Alameda das Palmeiras ficaram sabendo em que apartamentos vão morar a partir de novembro, quando for entregue o conjunto habitacional, localizado no bairro Ancuri (Regional VI). Com a presença do prefeito Roberto Cláudio (PDT), foi realizado, no Ginásio Paulo Sarasate, o sorteio eletrônico de distribuição das unidades. O programa distribuiu os apartamentos conforme os grupos de prioridade, dessa forma, pessoas com deficiência e idosos ficaram com as unidades térreas e adaptáveis.

“Este é o último passo e o mais importante. Antes de assinar os contratos, estamos hoje distribuindo os 2.960 apartamentos do Minha Casa Minha Vida para pessoas que moravam em áreas de risco, de baixa renda, situação de dependência de aluguel, vivendo em grande dificuldade econômica. Cada um sai daqui com o seu endereço, sabendo qual apartamento, lote e quadra vai morar”, afirmou Roberto Cláudio.

A ação desta terça-feira envolveu os contemplados pelo sorteio do Programa Minha Casa, Minha Vida, ocorrido 27 de junho de 2016. Diogo Cruz, secretário da Habitação de Fortaleza, explicou quais são os próximos passos dos futuros moradores. “Agora, com o endereço já conhecido, os sorteados assinarão o contrato, serão realizadas as matrículas e a consequente entrega dos imóveis até novembro”, informou.

O Residencial Alameda das Palmeiras foi construído com recursos financiados pelo Banco do Brasil, por intermédio do Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV), Fundo de Arrendamento Residencial (FAR) e aporte da Prefeitura de Fortaleza.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247