Prefeitura diz que paralisação de professores é de 20%

A secretária da Educação de Salvador, Paloma Modesto, diz que 80% das escolas da rede municipal estão tendo aula normalmente, mesmo com a paralisação organizada pela APLB, sindicato que representa a categoria; "Nesses processos, são sempre os alunos os mais prejudicados. É uma situação que não podemos admitir, ainda mais quando há espaço para o diálogo e no momento em que as negociações estão ocorrendo e evoluindo", diz Paloma Modesto

A secretária da Educação de Salvador, Paloma Modesto, diz que 80% das escolas da rede municipal estão tendo aula normalmente, mesmo com a paralisação organizada pela APLB, sindicato que representa a categoria; "Nesses processos, são sempre os alunos os mais prejudicados. É uma situação que não podemos admitir, ainda mais quando há espaço para o diálogo e no momento em que as negociações estão ocorrendo e evoluindo", diz Paloma Modesto
A secretária da Educação de Salvador, Paloma Modesto, diz que 80% das escolas da rede municipal estão tendo aula normalmente, mesmo com a paralisação organizada pela APLB, sindicato que representa a categoria; "Nesses processos, são sempre os alunos os mais prejudicados. É uma situação que não podemos admitir, ainda mais quando há espaço para o diálogo e no momento em que as negociações estão ocorrendo e evoluindo", diz Paloma Modesto (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - A secretária da Educação de Salvador, Paloma Modesto, diz que 80% das escolas da rede municipal estão tendo aula normalmente, mesmo com a paralisação organizada pela APLB, sindicato que representa a categoria. 

"Nesses processos, são sempre os alunos os mais prejudicados. É uma situação que não podemos admitir, ainda mais quando há espaço para o diálogo e no momento em que as negociações estão ocorrendo e evoluindo", diz Paloma Modesto.

A secretária ressaltou ainda o respeito e o compromisso que os professores que foram para as salas de aula com a educação, com os alunos e com a sociedade.

"Também é importante ressaltar o trabalho dos gestores e coordenadores nesse momento, para garantir o acesso à escola, às aulas e, consequentemente, ao cumprimento do ano letivo".

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247