Prefeitura negocia com empresa de saneamento Brasil Águas

Informação é da coluna Radar do site da Veja e diz que empresa da família Constantino, dona da Gol, está em contato com a prefeitura de Goiânia para assumir setor de águas da Capital; Paulo Garcia montou comissão para avaliar serviços da Saneago e já deu mostras que pretende romper concessão com a estatal

Prefeitura negocia com empresa de saneamento Brasil Águas
Prefeitura negocia com empresa de saneamento Brasil Águas (Foto: Léo Iran)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247_ A prefeitura de Goiânia parece mesmo decidida em romper o contrato de concessão com a Saneago para tratamento e distribuição de água na Capital.

Nota na coluna “Radar Online” do site da Veja diz que a prefeitura de Goiânia negocia com a empresa Brasil Águas, da família Constantino (dona da Gol Linhas Aéreas) a possibilidade de uma parceria público privada para cuidar do setor de águas e esgoto da Capital.

A nota assinada pelo jornalista Lauro Jardim tem o título: “Do céu ao subsolo”. O texto é: “A família Constantino, dona da Gol, está interessada agora em ganhar dinheiro com saneamento. Criou a Brasil Águas e já negocia com a prefeitura de Goiânia a possibilidade de uma PPP para cuidar do setor de águas e esgoto da cidade”.

No início deste ano, a prefeitura por meio do vice-prefeito Agenor Mariano (PMDB) disse que o executivo municipal estudaria a possibilidade de romper o contrato com a Saneago. A prefeitura diz que falta investimento na estatal e critica a prestação de serviços da empresa. O prefeito Paulo Garcia já montou uma comissão para tratar do assunto.

O governo estadual e a Saneago rebatem as acusações da prefeitura. A empresa alega que tem em vigor um contrato com duração até 2023 e que foi assinado pelo ex-prefeito Iris Rezende (PMDB). Agenor diz desconhecer o contrato. A Saneago também já alertou que pode cobrar uma multa de quase R$ 2 bilhões pelo rompimento do compromisso.

O vice-governador José Eliton disse no auge da polêmica que a questão estava sendo tratada de forma política – sem debater as verdadeiras necessidades da Saneago.

 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247