Presidente do PT-BA: "Quem está rompendo é Eduardo"

Em entrevista ao Bahia 247, o dirigente do PT baiano, Jonas Paulo, desmente informação de que o Planalto vai tirar os cargos do PSB e, apesar de dizer que é Eduardo Campos quem está agindo "como quem quer sair", avalia que o socialista "não vai se lançar numa aventura" em 2014; "Ele vai parar para pensar e não vai trocar o projeto que está mudando o Brasil por uma oposição fracassada"; Jonas comenta também sobre o 'fazer muito mais' de Campos; "Ele não pode se esquecer de que os avanços de Pernambuco têm ajuda da presidente Dilma e do ex-presidente Lula, que sempre teve muito carinho pela terra dele"

Presidente do PT-BA: "Quem está rompendo é Eduardo"
Presidente do PT-BA: "Quem está rompendo é Eduardo"

Romulo Faro - Bahia 247

O presidente do PT na Bahia, Jonas Paulo, disse em entrevista ao Bahia 247 que não acredita que o governador de Pernambuco e possível candidato à presidência da República, Eduardo Campos, vá se render ao assédio do PSDB, na figura do senador e também presidenciável Aécio Neves, e deixar a base do governo.

"Não estou vendo Eduardo Campos se movimentar com Aécio. O que vejo é Aécio desesperado atrás de apoio para um projeto fracassado. Acho que o governador de Pernambuco está indo por um caminho que não é bom (o de criticar o governo), mas tenho certeza de que ele vai parar para pensar e não vai trocar o projeto que está mudando o Brasil por uma oposição fracassada".

Apesar do discurso ameno de quem não quer declarar guerra, o presidente do PT baiano dá uma alfinetada em Eduardo. "O governador de Pernambuco não pode nunca se esquecer de que os avanços do estado dele tiveram muita ajuda da presidente Dilma e do ex-presidente Lula, que sempre teve muito carinho pela terra dele".

Apesar do discurso digno de candidato do socialista, Jonas Paulo também não acredita que ele se lance na disputa de 2014. "Eu não acredito que Eduardo Campos vá assumir postura de oposição e também não acredito que ele vá se lançar numa aventura dessas de enfrentar um governo forte, bem avaliado, e que tem uma coligação consistente que está ajudando a presidenta Dilma a mudar o Brasil".

Para fechar a conta, o líder petista da Bahia garante que não há veracidade na informação de que o Planalto planeja tirar os cargos do PSB e cortar relação de vez por todas. "O PT não está cortando relação com ninguém e não vai tirar cargo nenhum. Quem começa a fazer discurso de saída é o PSB. Quem está querendo romper a relação é ele (Eduardo)".

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247