Presidente do PT baiano diz que decisão do TRF4 foi "tendenciosa"

O presidente do PT/Bahia, Everaldo Anunciação, criticou a decisão do TRF-4 de Porto Alegre que condenou o ex-presidente Lula "porque foi política e tendenciosa tal qual a primeira instância; ele falou que em nenhum momento foi provado algo contra o ex-presidente ficando claro que é uma perseguição política que vem ocorrendo desde a primeira instância; "O relator falou em provas indiretas, mas o que precisa haver para condenar qualquer pessoa é a prova concreta e isto não foi mostrado"

Everaldo Anunciação
Everaldo Anunciação (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - O presidente do PT/Bahia, Everaldo Anunciação, criticou a decisão do TRF-4 de Porto Alegre que condenou o ex-presidente Lula "porque foi política e tendenciosa tal qual a primeira instância.

Ele falou que em nenhum momento foi provado algo contra o ex-presidente ficando claro que é uma perseguição política que vem ocorrendo desde a primeira instância.

"O relator falou em provas indiretas, mas o que precisa haver para condenar qualquer pessoa é a prova concreta e isto não foi mostrado" desabafou o presidente.

Ele lembrou que quando Lula foi condenado em Curitiba, vários juristas conhecidos nacional e internacionalmente taxaram a sentença de fictícia, abusiva e absurda por causa da falta de provas.

Everaldo Acrescentou que 122 juristas também de renome internacional lançaram o livro "Comentários a uma Sentença Anunciada", com 103 artigos, mostrando que não há comprovação alguma que o imóvel pertence a Lula.

O presidente do PT/Bahia adiantou que participa nesta quinta-feira (25) de uma reunião com lideranças do partido em São Paulo quando será lançada a pré-candidatura de Lula à Presidência da República.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247