Presidente do PT sinaliza candidatura própria em Goiás

A presidente regional do PT e pré-candidata do partido ao governo do Estado, Kátia Maria dos Santos, desfez logo no primeiro bloco do programa Roda de Entrevista, da nova TBC, o sonho do deputado Daniel Vilela (MDB) de contar com o apoio do PT na eleição; “O que nos afasta do MDB é divergência de projetos”. afirma Kátia. “Eventualmente, podemos caminhar sem o PCdoB, sem o Psol, mas com estes partidos há convergência de ideias. Com o MDB, não”; "Estamos caminhando para uma candidatura própria em Goiás"

A presidente regional do PT e pré-candidata do partido ao governo do Estado, Kátia Maria dos Santos, desfez logo no primeiro bloco do programa Roda de Entrevista, da nova TBC, o sonho do deputado Daniel Vilela (MDB) de contar com o apoio do PT na eleição; “O que nos afasta do MDB é divergência de projetos”. afirma Kátia. “Eventualmente, podemos caminhar sem o PCdoB, sem o Psol, mas com estes partidos há convergência de ideias. Com o MDB, não”; "Estamos caminhando para uma candidatura própria em Goiás"
A presidente regional do PT e pré-candidata do partido ao governo do Estado, Kátia Maria dos Santos, desfez logo no primeiro bloco do programa Roda de Entrevista, da nova TBC, o sonho do deputado Daniel Vilela (MDB) de contar com o apoio do PT na eleição; “O que nos afasta do MDB é divergência de projetos”. afirma Kátia. “Eventualmente, podemos caminhar sem o PCdoB, sem o Psol, mas com estes partidos há convergência de ideias. Com o MDB, não”; "Estamos caminhando para uma candidatura própria em Goiás" (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - A presidente regional do PT e pré-candidata do partido ao governo do Estado, Kátia Maria dos Santos, desfez logo no primeiro bloco do programa Roda de Entrevista, da nova TBC, na terça-feira, o sonho do deputado Daniel Vilela (MDB) de contar com o apoio do PT na eleição.

“O que nos afasta do MDB é divergência de projetos”. afirma Kátia. “Eventualmente, podemos caminhar sem o PCdoB, sem o Psol, mas com estes partidos há convergência de ideias. Com o MDB, não”.

"Estamos caminhando para uma candidatura própria em Goiás", disse. Kátia ainda afirmou que a prisão do ex-presidente Lula não muda em nada os projetos do partido em Goiás. 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247