Previdência: TCE investigará déficit de R$ 428 milhões

"Há quem entenda quem esse déficit decorre do fato de os servidores públicos possuírem vantagens pecuniárias complementares, como também do fato de os fundos não serem unificados. Mas são informações preliminares, as quais serão devidamente analisadas ao longo da auditoria, sendo precoce, portanto, antecipar qualquer juízo de valor acerca da real situação em que se encontra a Previdência do Estado de Sergipe", afirma o conselheiro Luis Augusto Carvalho Ribeiro; auditoria será feita em conjunto com Secretaria da Fazenda e Instituto da Previdência de Sergipe

Previdência: TCE investigará déficit de R$ 428 milhões
Previdência: TCE investigará déficit de R$ 428 milhões
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sergipe 247 - O Tribunal de Contas do Estado (TCE) iniciará uma auditoria operacional para identificar as causas do déficit da Previdência do Estado, que saltou de R$ 180,9 milhões, em 2010, para R$ 428 milhões, no ano passado. Já há projeção de que este número deve se elevar para R$ 700 milhões.

"Há quem entenda quem esse déficit decorre do fato de os servidores públicos possuírem vantagens pecuniárias complementares, como também do fato de os fundos não serem unificados. Mas são informações preliminares, as quais serão devidamente analisadas ao longo da auditoria, sendo precoce, portanto, antecipar qualquer juízo de valor acerca da real situação em que se encontra a Previdência do Estado de Sergipe", disse o conselheiro Luis Augusto Carvalho Ribeiro, ao jornal Correio de Sergipe.

A auditoria, que será realizada em conjunto com a Secretaria de Estado da Fazenda e o Instituto de Previdência do Estado de Sergipe, será multidisciplinar e terá como objetivo verificar o que de fato ocasiona a elevação deste déficit. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247