PRF anuncia operação semana santa

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia nesta quinta-feira (24) a Operação Semana Santa 2016, que vão se estender até domingo; em Alagoas, três das sete rodovias que cortam o estado vão merecer maior atenção: as BRs 101, 104 e 316 porque registram maior movimentação; no ano passado, 61% dos acidentes registrados no estado aconteceram na BR-101

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia nesta quinta-feira (24) a Operação Semana Santa 2016, que vão se estender até domingo; em Alagoas, três das sete rodovias que cortam o estado vão merecer maior atenção: as BRs 101, 104 e 316 porque registram maior movimentação; no ano passado, 61% dos acidentes registrados no estado aconteceram na BR-101
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia nesta quinta-feira (24) a Operação Semana Santa 2016, que vão se estender até domingo; em Alagoas, três das sete rodovias que cortam o estado vão merecer maior atenção: as BRs 101, 104 e 316 porque registram maior movimentação; no ano passado, 61% dos acidentes registrados no estado aconteceram na BR-101 (Foto: Voney Malta)

Alagoas 247 - Para manter a segurança e fluidez nas rodovias federais, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia, nesta quinta-feira (24), a Operação Semana Santa 2016. As ações se estenderão até a meia-noite do domingo (27).

Em Alagoas, três das sete rodovias que cortam o estado merecem maior atenção: as BRs 101, 104 e 316. Isso porque elas registram a maior movimentação durante esse período. A BR 101 liga o estado de norte a sul, sendo a principal alternativa para aqueles que irão a Sergipe ou a Pernambuco. 

Já a melhor opção para quem precisa ir para o agreste pernambucano, onde é encenado o espetáculo da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, destino de muitos turistas no feriado, é a BR-104. A BR-316, por sua vez, é rota para o interior alagoano, se estendendo até o Sertão.

Acidentes

Ano passado, 61% dos acidentes registrados nas rodovias federais em Alagoas aconteceram na BR-101. Dos 13 acidentes ocorridos em todo o estado, três foram considerados graves, com, pelo menos, um morto ou ferido grave.

A fim de reduzir os riscos de acidentes de trânsito nas BRs, a PRF intensificará suas fiscalizações nesses trechos e dará ênfase às causas mais frequentes de sinistros, como excesso de velocidade, ultrapassagens irregulares e alcoolemia.

Por isso, o condutor deve ficar atento ao perigo das ultrapassagens forçadas ou feitas em locais proibidos. Essa infração provoca um dos tipos de acidentes mais letais, a colisão frontal. Dessa forma, a ultrapassagem só deve acontecer pela esquerda e em trechos permitidos. A distância e a visibilidade do veículo que se pretende ultrapassar, e daquele que vêm em sentido contrário, também devem ser bem avaliadas.

Legislação

É imprescindível que a legislação seja respeitada e que os motoristas respeitem às velocidades permitidas em cada trecho. E, apesar do cunho religioso que tem o feriado, o consumo de bebida alcoólica não pode ser ignorado pela fiscalização da PRF. Por isso, aqueles motoristas que forem flagrados com qualquer teor de álcool no organismo, deverão ser punidos. A multa para a infração de trânsito é de R$ 1.915,30 e sete pontos na carteira, além de ter o direito de dirigir suspenso e, ainda, poder ser preso.

O radar móvel, que mede a velocidade dos carros, e o etilômetro, que registra a presença de álcool no organismo dos condutores, serão ferramentas que auxiliarão os policiais durante toda a operação.

Haverá, também, rigor na cobrança dos de itens de segurança, como o uso dos cintos por condutores e passageiros, dos dispositivos de retenção para as crianças, e o uso dos capacetes para os motociclistas. Esses equipamentos, apesar de não estarem relacionados às causas das colisões, influenciam na diminuição da gravidade dos ferimentos de possíveis vítimas.

Restrição de tráfego

Para garantir a fluidez no trânsito, assim como ocorre em outros feriadões, onde a movimentação nas estradas aumenta consideravelmente, a PRF restringiu o tráfego para caminhões bitrem, cegonha, e demais veículos com dimensões excedentes.

O intuito é fazer com que esses veículos parem nos dias e horários de maior fluxo de veículos nas rodovias federais de pista simples, maior parte da malha viária nacional e de Alagoas. O motorista que for flagrado descumprindo a determinação, será multado pela PRF. A infração é média, gera multa de R$ 85,13 e quatro pontos na CNH. Além disso, o condutor será obrigado a permanecer com o veículo estacionado até o final do horário de restrição.

Com gazetaweb.com e assessoria

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247