Procon Fortaleza divulga pesquisa de produtos da Semana Santa

Todas as variações de preços levaram em consideração as mesmas marcas e a quantidade exata no peso do produto, o que proporciona ao consumidor a confiança e fidelidade de análise da tabela de preços

A partir desta sexta-feira, 20, está proibida a saída de pescado do Estado do Pará. Decreto, assinado pelo governador Simão Jatene, que determina a proibição foi publicado na edição de hoje do Diário Oficial do Estado e tem validade até o dia 3 de abril.
A partir desta sexta-feira, 20, está proibida a saída de pescado do Estado do Pará. Decreto, assinado pelo governador Simão Jatene, que determina a proibição foi publicado na edição de hoje do Diário Oficial do Estado e tem validade até o dia 3 de abril. (Foto: Renata Paiva)

Ceará 247 - O Procon Fortaleza pesquisou o preço de 80 produtos típicos da Semana Santa, entre ovos de chocolate, vinhos, peixes e pães de coco. O levantamento foi realizado entre os dias 16 e 17 de março em 10 supermercados da Capital. A maior variação encontrada foi no ovo de chocolate, que pode sair até 54% mais caro. O pão de coco também está entre os que apresentaram maior diferença de preços, variando até 35% entre os estabelecimentos pesquisados.

Todas as variações de preços levaram em consideração as mesmas marcas e a quantidade exata no peso do produto, o que proporciona ao consumidor a confiança e fidelidade de análise da tabela de preços.

A maior diferença encontrada foi de 54% no ovo de chocolate Garoto Clássicos, de 215g, que é vendido por R$ 19,50 em um supermercado e pode chegar a R$ 29,98 em outro estabelecimento.

Para a diretora geral do Procon Fortaleza, Cláudia Santos, a grande novidade da pesquisa deste ano é que aumentou o número de itens consultados. "Em comparação com a pesquisa do ano passado, passamos de 30 para 80 produtos pesquisados. Isso possibilita ao consumidor avaliar melhor o que cabe no orçamento, além de um conjunto maior de opções", destacou.

Outra novidade foi a inclusão de vinhos na pesquisa de preços, isso porque aumenta o consumo desse produto durante a Semana Santa. O mesmo item (vinho) de 700ml vai de R$ 8,79 a R$ 10,90, ou seja, uma variação de 24%.

Entre os peixes, as maiores variações foram nos preços do quilo do filé de tilápia (R$ 32,89 a R$ 39,99), e no quilo da cavala em posta (R$ 28,60 a R$ 35,85), um percentual de variação de 22% para ambos produtos. Já o preço do tradicional bacalhau chegou a uma variação máxima de 7% (R$ 27,99 a R$ 29,90).

Dicas

O Procon alerta para uma tendência de aumento de preços com a proximidade da Semana Santa. Na compra dos ovos de chocolate, o consumidor deve ficar atento às informações detalhadas sobre data de validade do produto, peso e composição. A embalagem deve estar em boas condições de armazenamento, verificando se não há amassados ou furos que podem contaminar o produto.

Pesquise preços e a qualidade dos produtos, pois o barato pode sair caro. Por exemplo, ovos de páscoa caseiros sempre são mais baratos, entretanto, temos que saber de sua procedência.

Em relação aos peixes frescos, o cuidado deve ser a conservação, pois devem estar bem armazenados e em gelo. Verifique sua aparência observando se os olhos estão brilhantes e as escamam bem presas ao corpo. Quanto ao bacalhau, procure conhecer sua procedência, uma boa pesquisa de preços, tipos e qualidade podem levar a uma compra mais acertada.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247