Procon registra irregularidades em supermercados de Maceió

Em vistorias nos supermercados de Maceió, o Procon encontrou alimentos fora de validade e impróprios para o consumo em quatro estabelecimentos da capital alagoana; para o superintendente do órgão, João Neto, o preço não deve ser a única coisa observada nos produtos:  "Observe a limpeza e a organização do local. Verifique se a embalagem está fechada, conservada, com boa aparência e se o rótulo tem as informações necessárias sobre o produto", aconselha João

Hondurenhos lotaram supermercados durante suspensão do toque de recolher
Hondurenhos lotaram supermercados durante suspensão do toque de recolher (Foto: Charles Nisz)

Gazeta Web - Os agentes de fiscalização do Procon de Alagoas estão percorrendo os principais supermercados de Maceió, durante esta semana. Até o momento, a ação preventiva já encontrou diversos produtos impróprios para consumo em quatro estabelecimentos comerciais.

O órgão vistoriou os estabelecimentos Hiper Bom Preço (unidades Farol, Ponta Verde e Gruta de Lourdes) e Unicompra (unidade Ponta Verde, resultando na apreensão de aproximadamente 200 itens fora da validade, amassados e violados. Entre os produtos confiscados estavam: latas de leite, congelados, margarinas, leite condensado, molho de tomate, etc. Todos os supermercados foram autuados.

A ação também checou se os preços anunciados dos produtos correspondiam ao valor cobrado no caixa. "Escolhemos aproximadamente 50 itens no supermercado para verificar se existia divergência com o que estava sendo informado nas gôndolas", explica o fiscal do Procon/AL, Roberto Melo. Até o momento nenhum estabelecimento registrou tal erro.

Para o superintendente do órgão, João Neto, o preço não deve ser a única coisa observada no momento das compras. O consumidor precisa estar atendo as condições de higiene e de segurança alimentar do local.

 "Observe a limpeza e a organização do local. Antes de colocar uma mercadoria no carrinho, é bom verificar se a embalagem está bem fechada, conservada, com boa aparência (se realmente não estão estufadas ou amassadas), e se o rótulo tem as informações necessárias sobre o produto", aconselha João. 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247