Professores defendem reposição das aulas ainda este ano

A diretoria do Sintet propôs que professores recebam pontos cortados primeiro e reponham as aulas depois; o presidente do sindicato, José Roque, disse haver possibilidade de repor os 12 dias ainda neste ano e explicou de que forma poderá ser feito; “Nós queremos fazer a reposição de aulas ainda neste ano. Tem como encaixar no calendário usando os sábados, dias de recessos, dia da realização da prova Brasil, e prova do IDEB. A Secretaria de Educação propôs a reposição e o pagamento para 22 de janeiro, mas não queremos transferir para o ano que vem se não vai prejudicar os alunos do nono ano”

A diretoria do Sintet propôs que professores recebam pontos cortados primeiro e reponham as aulas depois; o presidente do sindicato, José Roque, disse haver possibilidade de repor os 12 dias ainda neste ano e explicou de que forma poderá ser feito; “Nós queremos fazer a reposição de aulas ainda neste ano. Tem como encaixar no calendário usando os sábados, dias de recessos, dia da realização da prova Brasil, e prova do IDEB. A Secretaria de Educação propôs a reposição e o pagamento para 22 de janeiro, mas não queremos transferir para o ano que vem se não vai prejudicar os alunos do nono ano”
A diretoria do Sintet propôs que professores recebam pontos cortados primeiro e reponham as aulas depois; o presidente do sindicato, José Roque, disse haver possibilidade de repor os 12 dias ainda neste ano e explicou de que forma poderá ser feito; “Nós queremos fazer a reposição de aulas ainda neste ano. Tem como encaixar no calendário usando os sábados, dias de recessos, dia da realização da prova Brasil, e prova do IDEB. A Secretaria de Educação propôs a reposição e o pagamento para 22 de janeiro, mas não queremos transferir para o ano que vem se não vai prejudicar os alunos do nono ano” (Foto: Leonardo Lucena)

Tocantins 247 - A diretoria do Sintet propôs que professores recebam pontos cortados primeiro e reponham as aulas depois. A Secretaria Municipal de Educação (Semed) sugeriu fazer reposição de aulas em janeiro de 2018 e a devolução do corte de pontos na mesma data, porque não há tempo hábil no calendário escolar para repor as aulas este ano.

O presidente do sindicato, José Roque, disse haver possibilidade de repor os 12 dias ainda neste ano e explicou de que forma poderá ser feito.

“Nós queremos fazer a reposição de aulas ainda neste ano. Tem como encaixar no calendário usando os sábados, dias de recessos, dia da realização da prova Brasil, e prova do IDEB. A Secretaria de Educação propôs a reposição e o pagamento para 22 de janeiro, mas não queremos transferir para o ano que vem se não vai prejudicar os alunos do nono ano. Nossa proposta pode apertar um pouco os alunos e professores, mas é completamente possível de realizar”, afirmou o sindicalista ao T1 Notícias.

Na rodada de negociações, o secretário de Educação de Palmas, Danilo de Melo, relembrou a greve de 2015, quando as aulas não foram repostas a contento. "No sábado, o fluxo de alunos transportados pelo transporte escolar, caia de 2000 estudantes para 100. Não funciona: o aluno não vai, o pai não manda. Queremos a reposição das aulas de fato, e não de qualquer jeito", havia dito na reunião, o secretário.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247