Programa Chapéu de Palha é ampliado em Pernambuco

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), anunciou, nesta terça-feira (30), um reajuste de 6% no valor do programa Chapéu de Palha, cujo objetivo é ajudar financeiramente as pessoas que sofrem com os efeitos da seca; cerca de seis mil agricultores serão beneficiados com a medida, passando a receber um valor mínimo de R$ 100, que valerá para o período da entressafra  que vai de abril a agosto

Programa Chapéu de Palha é ampliado em Pernambuco
Programa Chapéu de Palha é ampliado em Pernambuco

PE247 – O governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), anunciou, nesta terça-feira (30), um reajuste de 6% no valor do programa Chapéu de Palha, cujo objetivo é ajudar financeiramente as pessoas que sofrem com os efeitos da seca. Cerca de seis mil agricultores serão beneficiados com a medida, passando a receber um valor mínimo de R$ 100, que valerá para o período da entressafra  que vai de abril a agosto. De acordo com o gestor, também haverá um novo aumento de 6% também em 2014. Dados da Federação Estadual de Agricultores (Fetape) apontam que o programa, que se estendeu à pesca, beneficia 180 mil agricultores no Estado.

O gestor anunciou o reajuste após ter recebido um documento da Fetape e de alguns sindicatos rurais constando 56 itens com a finalidade de reivindicar melhorias em relação às políticas de combate à estiagem, considerada a maior dos últimos 50 anos na Região Nordeste. Desse total, 14 itens foram considerados fundamentais.

O reajuste para ajudar os agricultores se soma a outras medidas que têm a mesma finalidade, como o investimento de R$ 100 milhões até o próximo ano visando o fomento à produção de palma forrageira e de mudas de mandioca para ajudar o rebanho e os agricultores do semiárido. Segundo o Ministério da Integração Nacional, R$ 30 milhões serão aplicados já neste ano. A medida está sendo desenvolvida em parceria com a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).

Também neste mês, quando esteve em Surubim, Agreste pernambucano, o governador autorizou a perfuração e a instalação de 15 poços, sob um aporte de R$ 366 mil. A medida contemplará 600 famílias residentes em áreas rurais de onze municípios. Outros R$ 15 milhões serão liberados para a construção de 1.450 cisternas do tipo calçadão, com capacidade para armazenar mais de 52 mil litros. Além disso, serão investidos R$ 6 milhões na implantação de cisternas de placas, que beneficiarão 2.915 famílias em Pernambuco.

Na ocasião, o Executivo estadual anunciou, ainda, a instalação de 133 sistemas de abastecimento domiciliar e 76 barragens de parede, que demandarão um investimento de R$ 6 milhões, além da instalação de 285 poços artesianos. Segundo o Ministério da Integração Nacional, a própria pasta já liberou R$ 268 milhões ao Estado para socorrer os municípios junto com o Governo do Estado.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247