Programa organiza as finanças pessoais e elogia poupadores

Com interface atraente e praticidade, Jimbo faz as contas, avisa sobre lanamentos pendentes, ajuda a identificar as reas problemticas da gastana e incentiva usurio a poupar. 100 mil j baixaram

Programa organiza as finanças pessoais e elogia poupadores
Programa organiza as finanças pessoais e elogia poupadores (Foto: Shutterstock)

Luciane Macedo _247 - É fato: nem todo mundo gosta de lidar com planilhas de controle de gastos no computador. A "massaroca" de números desencoraja muita gente que, de outro modo, gostaria, sim, de ter todo o dinheiro que entra no orçamento pessoal ou familiar e tudo o que é gasto, mês a mês, na mais impecável organização.

Papel, caneta e calculadora, embora efetivos, também podem ser um teste de paciência, e estão mais obsoletos do que nunca. E é nesse impasse, sem saber direito quanto estão gastando face à renda mensal, que muitos brasileiros ainda patinam entre terminar o mês no aperto ou com as contas no vermelho. Assim, sem dinheiro, aquela vontade de partir para investimentos mais dinâmicos do que a poupança fica, ad eternum, só no desejo.

Que tal ter um parceiro para organizar as finanças pessoais, um programa de computador que fala a sua língua, é atraente, fácil e rápido de usar, com segurança e praticidade? Foi pensando nessa proposta que a Febraban (Federação Brasileira de Bancos) desenvolveu o software gratutito Jimbo.

O grande apelo do programa é a interface amigável, atraente e a facilidade de uso. Não é preciso entender de finanças e nem fazer contas para tirar o máximo do Jimbo. Além disso, ao contrário de outros softwares que têm versões em português, o Jimbo foi desenvolvido especialmente para se encaixar na rotina do brasileiro, com todos os recursos necessários para manter o orçamento pessoal em dia.

"O Jimbo tem uma cara de agenda, tem um jeitão muito familiar ao que o brasileiro gosta de usar, e como não achamos nenhuma ferramenta com tudo o que queríamos, que fosse simples, fácil e com linguagem acessível, achamos por bem desenvolver uma", diz Fábio Moraes, diretor de Educação Financeira da Febraban. "Não dá para falar em educação financeira sem ter uma ferramenta para organizar as finanças pessoais, fica desconectado da realidade".

Lançado em fevereiro de 2011, o Jimbo chega a seu primeiro aniversário com mais de 100 mil usuários. Inicialmente disponível apenas para Windows, ganhará sua primeira versão mobile para celulares Android. Em fase de testes, o aplicativo está previsto para ser lançado em abril deste ano.

"A ideia é entrar forte na plataforma mobile porque todo mundo tem celular hoje, e quanto mais prático for usar o Jimbo, melhor", diz Moraes. "Com a versão mobile, o usuário poderá lançar seus gastos na lanchonete, no supermercado, no shopping, sem ter de esperar para fazer isso no computador ou laptop, e também será possível sincronizar os dados via USB ou email".

Uma versão para tablets Android também está prevista para ser lançada ainda em 2012, no segundo semestre.

Para baixar o Jimbo, basta entrar no site de educação financeira da Febraban e fazer um rápido cadastro.

Uma vez instalado, o usuário preenche um perfil no programa e já pode começar a lançar o dinheiro que entra (salário e quaisquer outras fontes de renda) e as despesas (saques, débitos, gastos e todas as contas a pagar, inclusive as de cartões de crédito). O perfil permite que mais de uma pessoa possa usar o Jimbo no mesmo computador. Assim, enquanto o chefe de família gerencia as finanças da casa, os filhos também podem administrar seu dinheiro criando perfis separados, com sua própria senha.

Um calendário identifica tudo em verde (renda) e vermelho (despesa), o que dá uma visão panorâmica das finanças pessoais. Com todos os lançamentos inseridos, categorizados e atualizados sempre que for necessário, dá para saber, antes de chegar o fim do mês, quanto o usuário vai gastar e em quê, facilitando o corte de desperdícios, despesas com supérfluos e um melhor planejamento.

Os desorganizados ou esquecidinhos vão descobrir que disciplina financeira não é um bicho de sete cabeças. O Jimbo também tem alertas que avisam quando há lançamentos em aberto, como contas a pagar.

Além do calendário, o programa também mostra as despesas em forma de gráficos e extratos. Quem não é lá muy amigo desse hábito chamado poupar tem grandes chances de se tornar um fervoroso novo adepto com a ajuda do Jimbo. Afinal, os gastos ganham contornos muito mais reais quando se apresentam não só em números, mas também de forma visual.

Não dá para ficar indiferente a um gráfico em forma de pizza que mostra onde se está gastando mais ou demais -- se com idas ao shopping, combustível do carro, viagens, escola das crianças, supermercado, produtos de beleza, enfim, fica fácil ver para onde vai o dinheiro. Desculpas como "não sei onde estou gastando tanto" ou "o salário não dá" podem ser deixadas de lado.

O programa também vem com um simulador de sonhos, ajudando a planejá-los e mostrando quanto o usuário já conseguiu guardar. "Pensamos no simulador como um estímulo à poupança, principalmente para os novos consumidores da classe C que ainda não têm o hábito de poupar", explica o diretor de Educação Financeira da Febraban.

Os financiamentos não ficaram de fora do gerenciador de finanças pessoais. "Incluímos financiamentos para que as pessoas comecem a entender princípios de matemática financeira, como valor presente, taxas e prestações, para que elas possam avaliar com mais critério a partir dessas três variáveis", diz Moraes. "É um estímulo para que as pessoas pesquisem mais as taxas, reconheçam quando uma taxa é muito alta e pensem melhor antes de financiar uma compra só porque o valor da prestação cabe no bolso".

Antes de financiar, simule no Jimbo e avalie se não vale mais a pena juntar o dinheiro para pagar à vista, especialmente se for uma compra que pode esperar. Nesse caso, em vez de pagar os juros do financiamento por meses ou anos, ganhar juros sobre juros investindo o dinheiro que se gastaria na parcela pode ser uma opção mais atraente.

Aqueles quem já terminam o mês no azul ganharão mais um incentivo no "parabéns" do Jimbo, que diz exatamente quanto foi poupado e estimula a poupar mais.

Quem está juntando dinheiro para começar a investir para além da poupança pode ver suas economias crescerem na tela do computador e partir para a ação o quanto antes, abrindo conta em uma corretora. Vale lembrar que tanto ações quanto títulos do Tesouro Direto, para citar apenas dois exemplos, um em renda variável e outro em renda fixa, podem ser comprados aos poucos. Nesse sentido, o Jimbo também pode ser um ótimo aliado do homebroker.

Como funciona: veja o Jimbo em ação

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247