Promotor será investigado por chamar ministros do STF de “canalhas” e “fdp”

Nas redes sociais, o promotor Ricardo Montemor disse: "confesso estar muito, mas muito cansado mesmo de toda esta canalhice que é feita no STF pelos canalhas [Ricardo] Lewandowski, [Dias] Toffoli, Gilmar Mendes e Marco Aurélio Mello. Não há um só dia que estes fdp não tentam sacanear e acabar com a Lava Jato ou botar na rua o bandido corrupto Lula"

Nas redes sociais, o promotor Ricardo Montemor disse: "confesso estar muito, mas muito cansado mesmo de toda esta canalhice que é feita no STF pelos canalhas [Ricardo] Lewandowski, [Dias] Toffoli, Gilmar Mendes e Marco Aurélio Mello. Não há um só dia que estes fdp não tentam sacanear e acabar com a Lava Jato ou botar na rua o bandido corrupto Lula"
Nas redes sociais, o promotor Ricardo Montemor disse: "confesso estar muito, mas muito cansado mesmo de toda esta canalhice que é feita no STF pelos canalhas [Ricardo] Lewandowski, [Dias] Toffoli, Gilmar Mendes e Marco Aurélio Mello. Não há um só dia que estes fdp não tentam sacanear e acabar com a Lava Jato ou botar na rua o bandido corrupto Lula" (Foto: Leonardo Lucena)

247 - A corregedoria do Ministério Público de São Paulo vai instaurar uma reclamação disciplinar para investigar os xingamentos do promotor Ricardo Montemor postados na terça-feira (24) em uma rede social.

"Confesso estar muito, mas muito cansado mesmo de toda esta canalhice que é feita no STF pelos canalhas [Ricardo] Lewandowski, [Dias] Toffoli, Gilmar Mendes e Marco Aurélio Mello. Não há um só dia que estes fdp não tentam sacanear e acabar com a Lava Jato ou botar na rua o bandido corrupto Lula. A solução ideal não posso dizer. Perderia o emprego se dissesse o que eles realmente merecem. Até quando vamos ter que aguentar esta bandidagem togada?", escreveu Montemor.

Segundo a coluna de Mônica Bergamo, ministro do Supremo Tribunal Federal ficaram indignados com a manifestação do promotor.

Uma representação foi encaminhada também para o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

Caso se entenda que o promotor cometeu um crime, ele pode ser processado pela Procuradoria-Geral de Justiça de São Paulo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247