PSB está prestes a expulsar Heráclito Fortes

Notório direitista, o deputado federal Heráclito Fortes (PSB-PI) poderá sair pela dos fundos do partido a convite do presidente da legenda no Piauí, Messias Júnior; o partido está contra o Michel Temer, mas Heráclito não está seguindo as orientações e vem na contramão dos interesses do PSB; primeiro presidente denunciado por corrupção na história do País, Temer também é rejeitado por 94% da população, de de acordo com pesquisa realizada pela Ipsos

Brasília - Deputado Heráclito Fortes durante sessão de discussão do processo de impeachment de Dilma, no plenário da Câmara (Valter Campanato/Agência Brasil)
Brasília - Deputado Heráclito Fortes durante sessão de discussão do processo de impeachment de Dilma, no plenário da Câmara (Valter Campanato/Agência Brasil) (Foto: Leonardo Lucena)

Piauí 247 - Notório direitista, o deputado federal Heráclito Fortes (PSB-PI) poderá sair pela dos fundos do partido a convite do presidente da legenda no Piauí, Messias Júnior. A informação é site Dimas Roque.
 
O partido apoiou o golpe contra Dilma Roussef e está contra o Michel Temer. A sigla firmou posição de votar contra os interesses do governo do peemedebista, o primeiro presidente denunciado por corrupção na história do País e com reformas (trabalhista e Previdenciária) rejeitadas pela maioria da população.
 
Heráclito, no entanto, não está seguindo as orientações e vem na contramão dos interesses do PSB. Mais 13 parlamentares também estão votando com o governo e contrários ao que vem defendendo o PSB. Também devem vão ser expulsos da legenda.

Em delação, os donos da JBS, os empresários Joesley Batista e seu irmão Wesley, afirmaram que Temer indicou o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) para resolver um assunto da J&F (holding que controla a JBS).

Depois, o parlamentar foi filmado recebendo uma mala com R$ 500 mil enviados por Joesley. O empresário disse a Temer que estava dando ao ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e ao operador Lúcio Funaro uma mesada na prisão para ficarem calados. Diante da informação, Temer incentivou: "Tem que manter isso, viu?". 

Temer também deve ser alvo de novas denúncias, pois, além de corrupção passiva (crime que motivou a denúncia da Procuradoria-Geral da República), o peemedebista foi acusado de organização criminosa e obstrução judicial pelo procurador Rodrigo Janot.

Pesquisa realizada pela Ipsos e divulgada nesta terça-feira (25) mostra que a reprovação de Michel Temer (PMDB) continua crescendo e agora chega a 94%. 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247